Juventude

PANDEMIA DE CORONAVÍRUS

DCE, APG e AFPuc criam Fundo Emergêncial para o Trabalhador/Bolsista da PUC-RIO

A ação solidária servirá para os funcionários e bolsistas que estão com dificuldades financeiras graves.

sábado 23 de maio| Edição do dia

Imagem: Reprodução

Em meio a pandemia do coranavírus, milhares de pessoas estão passando por situações adversas, tanto por conta doença quando pela falta de recursos financeiros.
Essa situação não é diferente para os funcionários (em especial, os terceirizados) e os alunos bolsistas da PUC-Rio.

Leia Mais: PUC-Rio reavaliará centenas de bolsas para que bolsistas que paguem pela crise

Como já noticiamos, há denúncias de funcionários terceirizados sem EPIs para trabalhar e os que estão em casa não recebem o vale alimentação. E para tentar ajudar os que estão precisando, a APG, a AFPUC, o DCE e o Sindicato de trabalhadores da PUC-Rio, se uniram numa ação solidária para os funcionários e bolsistas que estão com dificuldades financeiras graves.

Eles estão fazendo uma vaquinha colaborativa para comprar cestas básicas, matérias essenciais como remédio e fralda, para distribuir para essas famílias que estão passando por momento difícil. Essa iniciativa tem uma grande importância para dar suporte para os setores os mais atingidos pela crise capitalista desatada pela pandemia, apesar de ser parcial, pela falta de apoio institucional da PUC-RIO e da Igreja Católica. Doe aqui.

Não esquecemos que em dezembro de 2019 foi criado um fundo patrimonial de ex-alunos da PUC-RIO. Onde estão esses magnânimos ex-alunos milionários? queriam ajudar os bolsistas ou especular na bolsa de valores com o discurso de filantropia? as instituições representativas da própria universidade estão demonstrando muito mais importância nessa situação de crise profunda do que esse mecanismo financeiro, alardeado como grande solução para a instituição.




Tópicos relacionados

Coronavírus   /    Fome   /    PUC-RIO   /    Juventude

Comentários

Comentar