Política

PROFISSIONAIS DA SAÚDE

Crivella tira auxílio Covid de trabalhadores da UPA para dar a altos funcionários da RioSaúde

Auxílio a trabalhadores da linha de frente do coronavírus deveria estar sendo pago desde abril. No entanto, a grande maioria deles não recebeu o benefício, enquanto altos funcionários da RioSaúde, em grande partes de funções administrativas.

quinta-feira 16 de julho| Edição do dia

Crivella trata com cada vez mais desdém os trabalhadores da saúde. Responsáveis por salvar milhares de vidas na crise do coronavírus mesmo em meio a calamidade pública que é a saúde carioca sob a gestão do prefeito - arriscando suas vidas e de seus familiares devido à ausência de testes e escassez de EPI’s de qualidade - até hoje muitos desses profissionais não receberam o prometido auxílio covid, que seria um bônus de 20% no salário.

No entanto ele está sendo pago. Não aos profissionais da linha de frente, mas aos altos funcionários da RioSaúde, OS responsável por gerir muitas unidades de saúde aqui da capital fluminense. Tanto o diretor-presidente da empresa, Marcelo da Silva Roseira como Sergio Foster Perdição, diretor-jurídico além de outros receberam o auxílio, enquanto muitos trabalhadores da linha de frente de unidades geridas pela mesma empresa não recebem o benefício.

Isso só mostra o total desdém que Crivella tem tratado os funcionários da saúde em toda sua gestão, especialmente na pandemia, período que inclusive atrasou o salário de muitos deles. Tamanho desdém foi inclusive motivo que gerou uma greve no fim do ano passado. Mesmo esse ano os trabalhadores já fizeram mobilizações que precisam ser expandidas e se unificando com outras categorias que estão na linha de frente!




Tópicos relacionados

Crise do Coronavírus   /    Crise na Saúde   /    trabalhadores da saúde   /    Coronavírus   /    Marcelo Crivella   /    Saúde   /    Rio de Janeiro   /    Política

Comentários

Comentar