#OCUPABRASÍLIA

Com medo da manifestação em Brasília, Temer bloqueou acesso ao Jaburu até para a imprensa

A segurança da Presidência da República fechou os três acessos ao Palácio do Jaburu, residência oficial do presidente Michel Temer. Duas equipes de reportagem de empresas de comunicação que estavam próximas à portaria do Palácio, fazendo o trabalho jornalístico, foram retiradas pela segurança a manhã desta quarta-feira, 24. Nem mesmo a circulação de pedestres é permitida no local neste momento. Enquanto isso, dezenas de ônibus começam a chegar para a manifestação de hoje contra o governo e suas reformas.

quarta-feira 24 de maio| Edição do dia

São centenas de ônibus que saíram de delegações em todo o país para ocupar a capital. A previsão das centrais sindicais é reunir 100 mil manifestantes na capital contra o governo golpista e as reformas.

O temos de Temer fez com que mobilizasse contra o protesto um imenso efetivo de segurança, que inclui parar os ônibus a caminho de Brasília para atrasar sua chegada. O trânsito na Esplanada dos Ministérios está bloqueado desde à 0h desta quarta-feira, assim como várias vias da região central de Brasília.

A última vez que foi fechado o acesso ao Jaburu foi no processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff, quando Temer, então vice-presidente, fez a solicitação à segurança. Até a publicação desta matéria, a assessoria de imprensa do Palácio do Planalto não havia se pronunciado sobre o esquema de segurança e nem informado quem o presidente irá receber pela manhã.

Siga a cobertura do dia de protesto em Brasília pelo Esquerda Diário.




Tópicos relacionados

#OcupaBrasília   /    Governo Temer

Comentários

Comentar