GOVERNO BOLSONARO

Bolsonaro efetiva Pazuello no Ministério da Saúde nesta quarta-feira

O presidente Jair Bolsonaro deve efetivar o general Eduardo Pazuello como ministro da Saúde nesta quarta-feira (16) às 17h no Palácio do Planalto.

quarta-feira 16 de setembro| Edição do dia

Foto: Secom-RR

A oficialização de Pazuello no cargo ocorre após mais de três meses de o militar estar ocupando a posição como interino. O evento não consta da agenda oficial de Bolsonaro, mas está incluído entre os compromissos oficiais de Pazuello e outros ministros nesta quarta-feira.

O general não possui nenhum tipo de formação na área da saúde, sendo especialista em logística. Além disso, Pazuello já tomou algumas decisões polêmicas, como a criação de um grupo de trabalho interministerial para rever a aposentadoria por invalidez, retirando diversas doenças dos parâmetros para recebê-la.

Pode te interessar: Ministério da Saúde utiliza Lei de Segurança Nacional para blindar Militares de denúncias

Nesta quarta-feira, na saída do Palácio da Alvorada, como de costume, o presidente parou para cumprimentar apoiadores. Na conversa, ele voltou a comentar a alta no preço do arroz e citou que o preço do ovo também aumentou, naturalizando os preços ao afirmar que é a "lei da oferta e da procura". "É igual o arroz, a partir de dezembro começa uma coleta grande de arroz e aí normaliza o preço", disse.

Em seguida, o mandatário reforçou o seu posicionamento de não interferência no mercado. "Não posso é começar a interferir no mercado. Se interferir, o material sobra na prateleira, isso que é pior", afirmou.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.




Tópicos relacionados

Saúde Pública   /    Crise na Saúde   /    COVID-19   /    Ministério da Saúde   /    Saúde

Comentários

Comentar