Política

ELEIÇÕES 2016

Boca de urna do Rio de Janeiro, Crivella e Freixo: provável segundo turno

Primeiros dados da boca de urna nas eleições do Rio de Janeiro apontam para um segundo turno entre Marcelo Crivella (PRB) com 30%, Marcelo Freixo (PSOL) com 20%, já Pedro Paulo (PMDB) com 15%, Flávio Bolsonaro (PSC) com 12% e Indio da Costa (PSD) com 9%. A margem de erro é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos.

domingo 2 de outubro| Edição do dia

Esses resultados, se confirmados, apontam para uma grande pulverização com os votos divididos entre diversos candidatos, e com uma importante derrota do PMDB em um estado e sua capital que era uma vitrine do partido, dirigida há dois mandatos por Eduardo Paes, cotado para sucessão presidencial. Para Temer esse resultado também é temeroso, pois pode se configurar em uma perda importante de espaço político para o seu partido, assim como para a preparação das medidas de ajustes que devem ser votadas após eleições

Por outro lado, a votação de Marcelo Freixo, se a boca de urna se confirmar, confirma o espaço político à esquerda frente ao descontentamento com o PT e a pulverização entre diversos partidos apontam a confirmação da crise orgânica.

Não só o resultado de Freixo como o resultado de Bolsonaro (12%) e Índio da Costa (9%) mostram a expressão da crise de representatividade, a abertura a novas ideias a esquerda e à direita. O PMDB, situação no Rio de Janeiro sai, se a boca de urna se confirmar, como o grande derrotado.




Tópicos relacionados

Política

Comentários

Comentar