Política

GOVERNO GOLPISTA

Base aliada articula relator para blindar Temer de denúncia de Janot

Rodrigo Janot, procurador-geral da República, nem mesmo abriu denúncia contra o presidente Michel Temer, e a base aliada do golpista já está articulando uma possível relatoria entre seus aliados para a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), para um eventual processo. Entre três avaliações, o mais cotado até agora é Alceu Moreira (PMDB-RS), que faz parte da ala mais resistente do governo ao aguentar as pressões populares.

terça-feira 13 de junho| Edição do dia

Foto: REUTERS/Ueslei Marcelino

O deputado Alceu Moreira já foi relator da Reforma da Previdência na CCJ, cuja apresentação de parecer foi feita de forma rápida e eficiente para passar os ataques. Além disso, vem sendo um dos maiores defensores das pautas golpistas na comissão e também vem atuando para barrar a PEC das Eleições Diretas.

O presidente da comissão, Rodrigo Pacheco (PMDB-MG) avalia também outros dois nomes alinhados ao golpismo. Seu preferido é Marcos Rogério (DEM-RO), que, como relator na Comissão de Ética da Câmara, deu parecer favorável à cassação de Eduardo Cunha, na época. Porém, em matéria do Estadão, já afirma que não acha que será o escolhido, mas que, se for, não fugirá à missão.

Já o terceiro indicado é Sérgio Zveiter (PMDB-RJ), que esteve entre as propostas de relatoria da Reforma da Previdência na Câmara. Segundo matéria do Estadão, o deputado tem “bons relacionamentos com donos de veículos de comunicação”, assim poderia minimizar as críticas da mídia sobre o golpista Temer.

Beto Mansur (PRB-SP), vice-líder dos governo na Câmara, afirmou que a melhor opção seria escolher Moreira: “Queremos um cara peitudo, bom de microfone e que faça as coisas direito”.

Tanto Mansur, quanto Carlos Marun (PMDB-MS), vice-líder da bancada do PMDB na Câmara, acreditam que é possível barrar a denúncia contra Temer com a base aliada da CCJ, que terá 10 sessões ordinárias para se manifestar após entregue a possível denúncia do procurador-geral da República, Janot, e o parecer do relator poderá ser proferido em até 5 sessões.




Tópicos relacionados

Governo Temer   /    Michel Temer   /    Política

Comentários

Comentar