Internacional

BOLÍVIA

BOLÍVIA: Em El Alto, povo indígena e trabalhadores resistem nas ruas contra o golpe de Estado

terça-feira 12 de novembro| Edição do dia

As gravações abaixo estão sendo publicadas por diversos meios na internet, não sabemos precisar o horário, mas são da tarde de ontem na cidade de El Alto, na Bolívia.

Na tarde de ontem, milhares saíram nas ruas de El Alto, na Bolívia, contra o Golpe de Estado da direita racista, fundamentalista e pró EUA. Na Bolívia, após uma ofensiva direitista que deu um salto com o motim policial dessa sexta, foi levado adiante um golpe cívico, policial e militar, com o presidente do Comitê Cívico Pró-Santa Cruz, empresário e fanático religioso, Luis Fernando Camacho à cabeça.

Em El Alto, segunda maior cidade da Bolívia, pode-se ver balançar as bandeiras dos grupos indígenas pelos manifestantes, a "Whipala", que representa os povos indígenas originários dos Andes.

Leia mais: Declaração da LOR-CI: "Abaixo o golpe cívico militar religioso!"

Da noite de domingo para segunda, forte repressão policial contra os manifestantes ocorreu. Em vídeos, pode-se ver os momentos em que a polícia atira nos manifestantes em El Alto.

Na Argentina, a Frente de Esquerda protagonizou enormes atos em repúdio ao golpe de Estado na Bolívia, mostrando a importância do internacionalismo de ação.

É urgente que a esquerda brasileira, os sindicatos de trabalhadores, as organizações de juventude e de direitos humanos convoquem atos para demonstrar o mais absoluto repúdio ao golpe de estado na Bolívia, contra a perseguição aos dirigentes camponeses e indígenas e contra a ingerência imperialista na América Latina!

Leia mais: É urgente atos da esquerda brasileira em repúdio ao golpe na Bolívia! Contra a ingerência imperialista na América Latina!




Tópicos relacionados

Golpe de Estado Bolívia   /    Internacional

Comentários

Comentar