Internacional

PROTESTO

Ativista sueca impede deportação de imigrante afegão se negando a sentar no avião

Em meio aos casos de xenofobia e das políticas anti-migratórias levadas a frente pelos governos de direita dos países europeus, o caso da estudante e ativista pelos direitos dos imigrantes Elin Ersson chamou atenção nesta segunda-feira (23).

quarta-feira 25 de julho| Edição do dia

A jovem sueca de 21 anos impediu um avião de decolar do aeroporto de Gotemburg, na Suécia, para evitar que um afegão fosse deportado. Elin Ersson, desafiou as políticas anti-migratórias e se negou a sentar até que o homem fosse retirado do avião.

Tudo começou quando cientes de que o imigrante afegão estaria no avião, um grupo de ativistas pró asilo político comprou o bilhete aéreo com a intenção de realizar o protesto.

Já dentro do avião sentada em sua poltrona, Elin se levantou e começou a filmar, até mesmo a irritação de alguns dos passageiros que tentaram tirar o celular de sua mão não fizeram a jovem recuar de seu protesto contra a deportação de imigrantes. O vídeo da ação rapidamente viralizou nas redes sociais.

No vídeo Erin afirma: “Estou tentando mudar as leis do meu país, não gosto delas. Não é correto mandar as pessoas para o inferno”, isso porque o Afeganistão vive uma guerra civil que de janeiro a junho deste ano já matou mais de 1.692 civis.

Após 15 minutos rejeitando os pedidos da tripulação para que se sentasse, a estudante conseguiu desembarcar – sob aplausos – acompanhada pelo imigrante e três seguranças. No entanto, o destino do homem afegão assim como o de outros milhões de imigrantes na mesma situação é incerto. As eleições na Suécia se aproximam junto com o crescimento de grupos de extrema direita.




Tópicos relacionados

União Européia (UE)   /    Imigração   /    Internacional

Comentários

Comentar