Política

ELEIÇÕES 2018

Apesar de liberação médica, Bolsonaro segue fugindo dos debates

Apesar de estar liberado por seus médicos, Bolsonaro anunciou que não participará de nenhum debate. Uma pesquisa realizada pelo Datafolha anuncia que 73% dos eleitores acham que o candidato do PSL, Jair Bolsonaro, deveria sim participar dos debates eleitorais.

sexta-feira 19 de outubro| Edição do dia

Nesta quinta-feira, 18, foi publicada nova pesquisa eleitoral Datafolha, em que 67% do eleitorado brasileiro considera importante que ocorram debates entre os dois candidatos, Bolsonaro e Haddad, para o segundo turno das eleições.

No mesmo dia em que a equipe de campanha de Jair Bolsonaro afirma que o candidato do PSL não participará de nenhum debate eleitoral, a pesquisa Datafolha mostrou também que 73% dos eleitores acham que Bolsonaro deveria sim participar dos debates eleitorais para o segundo turno.

Os médicos responsáveis pelo acompanhamento de Bolsonaro afirmaram que o comparecimento a debates depende apenas dele, ou seja, ele está liberado do ponto de vista médico.

Em entrevista concedida, Bolsonaro esconde seu medo de comparecer aos debates eleitorais com o argumento de que poderia ter uma recaída, mesmo os médicos garantindo que está boa a recuperação das cirurgias recorrentes da facada do dia 6 de setembro. Coloca que “até dizem, né, que eu poderia comparecer ao debate, mas teria muita chance de ter recaída e o problema é ter que voltar ao hospital”.

Sua campanha é apoiada nas fake news, as quais têm sido fortemente denunciadas. Ao se esconder atrás de argumentos falhos, Bolsonaro na verdade demonstra que sabe que não conseguiria bancar suas propostas e projetos reacionários em um debate em rede nacional.




Tópicos relacionados

Eleições 2018   /    Política

Comentários

Comentar