Internacional

GREVE NA FRANÇA

[AO VIVO] França: 13º dia de greve dos transportes, com repressão policial

terça-feira 17 de dezembro de 2019| Edição do dia

Em meio a greve geral mantida pelos trabalhadores ferroviários (SNCF), metroviários e rodoviários (RATP), a qual se somam os trablahadores da educação e estudantes, nesta terça-feira é realizada uma nova jornada de mobilizações em toda a França.

A luta contra a reforma da previdência do governo de Emmanuel Macrón tem seu epicentro em Paris. É ali que, inclusive, surge um começo de coordenação entre os setores em luta para superar as barreiras impostas pela burocracia sindical.

Confira a nossa cobertura ao vivo, direto de correspondentes de Paris, Burdeos, Toulouse e outras cidades da França, para a Rede Internacional Esquera Diário.

13:30. Começa uma grande manifestação em Paris

"Os rodoviários, ferroviários, estudantes e feministas, nos juntamos em uma assembleia e saímos todos juntos nessa manifestação" informa Homa, do Pão e Rosas de Paris.

12:30. Ferroviários votam por prolongar a greve por mais dias

Na Estação do Norte de Paris, um dos setores mais combativos dos trabalhadores ferroviários votou em assembleia para prolongar a greve que já tem 13 dias. Nesta manha, um ministro disse que estavam "garantidos" para o natal. Os trabalhadores responderam: "Querem trens para o natal? Retirem a reforma da previdência!". Em um ambiente de luta, com solidariedade de outros trabalhadores e estudantes, os ferroviários se preparam para participar da manifestação em Paris.

11:20. Em Rouen, bombeiros e coletes amarelos encabeçam a manifestação

Na cidade de Rouen são os coletes amarelos e os bombeiros os que abrem as ruas para os manifestantes. Há também muitos jovens nas colunas.

10:40. VÍDEO-INFORME. Bordéus: começa a manifestação

Estima-se que a greve nos ferroviários seja de 85%. As universidade estão paralisadas e os estudantes conseguiram uma primeira vitória, conseguindo suspender os exames para poder participam com tudo na greve. Informa Petra, da Revolução Permanente para o Esquerda Diário, desde Bordéus.

10:15. Começa a manifestação em Nantes

Os ferroviários encabeçam a manifestação. "Querem trens para o natal? Retirem a reforma da previdência!"

9:30. Se esperam grandes manifestações em toda a França

Hoje haverá manifestações nas principais cidades da França. Em Paris, a marcha começará as 13:30, desde a Praça da República, para chegar na Praça da Nação. Em Lyon, a manifestação começará as 11:30. Em Marselha, a CGT convocou uma concentração desde as 10:30 da manhã.

9:00. Os advogados também fazem greve

Associações de advogados se mobilizarão nesta terça-feira na França contra a reforma da previdência. As modificações propostas pelo governo os obrigariam a cotizar o dobro sua renda. Se somam com um bloqueio próprio às mobilizações.

8:30. VÍDEO-INFORME

"Apesar da repressão policial, se mantêm fortes os piquetes na garagens de ônibus e centros de trens", afirma Alejandra Gómez, direto do sul de Paris.

8:00. Violência policial no piquete de Pleyel, Saint Denis-Paris

A polícia tenta acabar com o piquete para permitir a saída de ônibus. Se vivem momentos de grande tensão quando a policia ataca os trabalhadores e estudantes presentes no bloqueio. Porém, apesar da repressão, várias horas depois, centenas de pessoas seguem firmes no piquete apoiando os grevistas.

7:30. VÍDEO-INFORME.

"Hoje demos começo a um novo dia de mobilização nacional, que é mais massivo e combativo que o último", informam militantes do Pain Et Roses (Pão e Rosas) desde os piquetes da greve em Pantin-Paris.

6:00. Repressão policial aos piquetes

Com um brutal operativo, a policia e a BAC expulsam violentamente o bloqueio da estão de ônibus (RATP) de Flanders em Pantin, na periferia ao sul de Paris, com gás lacrimogênio.




Tópicos relacionados

Greve Geral na França   /    Luta de Classes   /    Coletes Amarelos   /    Greve Geral   /    França   /    Transporte   /    Internacional

Comentários

Comentar