Mundo Operário

RIO GRANDE DO SUL

ABSURDO: 75 manifestantes são presos no RS na greve contra reforma da previdência

Repudiamos veementemente a repressão e prisão de estudantes e trabalhadores que realizavam ação contra a reforma da previdência e os cortes na educação. Exigimos a liberdade de todos os lutadores presos pela polícia.

sexta-feira 14 de junho| Edição do dia

Violando direitos democráticos como direito a livre manifestação e também o direito à greve, o governo do Rio Grande do Sul em conjunto com Bolsonaro prendeu 75 pessoas por conta das manifestações contra a reforma da previdência e os cortes na educação desta sexta-feira. O maior número se concentra em Porto Alegre, onde são 51 manifestantes que foram levados pela Brigada Militar à Policia Civil.

Além da capital, existem presos pela BM em Pelotas, Sapucaia do Sul, Canoas, Alvorada e Cachoeirinha. Nesta manhã, os mais de 50 presos na capital estavam na 2ª Delegacia da Policia Civil para registrar supostos flagrantes (estão sendo assinados em ternos circunstanciados). De acordo com a polícia, os casos serão analisados um a um. No local da manifestação, concentram-se familiares e advogados dos manifestantes.

Temendo a força dos trabalhadores, diversos Estados estão seguindo a política de Jair Bolsonaro e buscam reprimir estas manifestações com o intuito de silenciar qualquer voz que seja contra as medidas que estão curso. Para que as medidas impopulares e anti-operárias sejam aprovadas, o Estado precisa reprimir violentamente qualquer tipo de resistência que aconteça, pois só assim vão conseguir abrir caminho para que eles sejam implementadas.

Repudiamos veementemente a repressão e prisão de estudantes e trabalhadores que realizavam ação contra a reforma da previdência e os cortes na educação.
Exigimos a liberdade de todos os lutadores presos pela polícia.




Tópicos relacionados

Rio Grande do Sul   /    Repressão   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar