Sociedade

USP

A luta contra o desmonte do HU continua!

A luta contra o desmonte do HU é algo de extrema importância não somente para os alunos das áreas de saúde, mas também para os funcionários e moradores da região. A luta em defesa continua e vários passos ainda vem sendo dados.

Rafaella Lafraia

São Paulo

segunda-feira 11 de dezembro de 2017| Edição do dia

Na última quinta-feira (07/12) foi realizado o 3° ato em defesa do HU. Este foi chamado pelos estudantes da saúde, que continuam em greve, e por movimentos sociais como o Movimento Butantã em luta. Além destes também estava presente representantes do SINTUSP, entidades estudantis como o Centro Acadêmico Oswaldo Cruz (CAOC), a nova gestão do Diretório Central dos Estudantes (DCE) e a agrupação faísca.

O ato realizado saiu de frente do Centro de Saúde Escola Butantã, que faz parte das unidades de ensino dos estudantes das áreas de saúde da Universidade de São Paulo (USP) e que também atende moradores da região e que também vem passando por todo processo de precarização e desmonte no qual o Hospital Universitário (HU) vem passando. Em marcha, os integrantes do ato foram até a porta da estação Butantã e lá fizeram algumas falas mostrando a necessidade de continuar nesta luta e pedindo o apoio da população.

Veja aqui a fala de Jackie Winterblue, militante da agrupação Faísca:

Neste final de semana, ocorreu a plenária da campanha em defesa do HU e lá foram levantados os próximos passos da luta, tendo destaque para a mobilização na assembleia legislativa – que ocorrerá nesta próxima terça-feira (12/12), às 13h30 – e para entrega do abaixo assinado no dia da posse do novo reitor, no dia 25/11.

Veja aqui o panfleto com o texto base da luta:

Nós do esquerda diário damos total apoio a luta em defesa do HU e abrimos espaço para que esta luta tenha maior visibilidade, ultrapassando as barreiras das mídias, para que muitos possam se incorporar e defender não somente este hospital de extrema relevância para a região e para o ensino, mas também para defender a saúde pública de qualidade e gratuita.




Tópicos relacionados

Sociedade   /    Saúde   /    USP

Comentários

Comentar