Política

ELEIÇÕES 2016

10 Motivos para não votar em Celso Russomanno

Líder nas pesquisas de intenção de voto para a prefeitura do município de São Paulo, Celso Russomanno possui uma ficha bastante extensa que vai desde falsidade ideológica a agressão a funcionários. Abaixo colocamos 10 motivos do porque não votar nesse candidato, amigo de Paulo Maluf, sócio de empresário corrupto ligado à Lava Jato, e inimigo dos trabalhadores, das mulheres e da juventude.

Diana Assunção

São Paulo | @dianaassuncaoED

quarta-feira 14 de setembro| Edição do dia

1) Machista, em 2002 foi acusado de agredir uma funcionária do Instituto do Coração (Incor), absolvido pelo também machista Supremo Tribunal Federal.

2) Nas redes têm circulado vídeos que denunciam sua postura assediadora com as mulheres nas festas de carnaval, exibidas em seu programa de TV. Humilhou uma trabalhadora negra, exigindo seu direito de comprar apenas um rolo de papel higiênico, perguntando se ela sabia “Com quem estava falando”, obviamente sabia, pois se ela mesma ou qualquer outra trabalhadora o fizesse e chamasse a polícia, sairia de lá presa.

3) É conservador, seu partido o PRB possui fortes laços com a Igreja Universal do Reino de Deus. Ainda que durante as eleições tem feito questão de desvincular sua imagem a da Igreja, suas declarações sobre os direitos democráticos das mulheres, LGBT, e da juventude, expressam sua linha ideológico. Em entrevista ao jornal O Globo declarou: “Sou favorável à união estável (de pessoas do mesmo sexo), firmada num cartório de títulos e documentos. Com relação ao casamento, sou contra. Aborto, só numa situação em que a mulher foi vítima de estupro, como já está na legislação. Quanto a drogas, sou contrário à liberação.”

4) Atua no parlamento contra os trabalhadores. Em maio de 2015, Russomanno votou a favor na Câmara dos Deputados, da Medida Provisória 665 de Dilma que dificulta o acesso ao Seguro Desemprego, atacando os trabalhadores, aumentando o tempo de recolhimento e diminuindo o período de benefício.

5) Declarou ser veementemente contra a redução das passagens de ônibus, medida que afeta o acesso à cidade, restringindo a circulação de jovens e trabalhadores, apenas durante o trajeto ao trabalho e estudo, uma vez que o transporte além de precário é caríssimo.

6) Para Russomanno os problemas sociais devem ser resolvidos como caso de polícia e isolamento: propõe cercar a Cracolândia de policiais, que seriam responsáveis pelas revistas às pessoas que precisarem passar pela região. Tão logo a polícia mais assassina do mundo pode cuidar de limpar o local para ser utilizado pelos empresários em seus planos de especulação imobiliária da região.

7) Russomanno é citado no relatório da polícia civil no escândalo da "máfia da merenda". Uma conversa interceptada pela polícia em 2015 mostra que Chebabi e ‘Marrelo’, lobistas da quadrilha da merenda, mantinham contato com o politico. E em troca de participar do esquemão de desvio de verba da comida que deveria alimentar milhares de alunos rede pública, prometeu uma secretaria, a Leonel Júlio ex-deputado e pai de ‘Marrelo’. Mostrando qual é de fato sua preocupação com a educação pública.

8) Foi condenado em primeira instância sob acusação de peculato, por ter pago a sua gerente produtora de vídeo com dinheiro da Câmara, entre 1997 e 2001. O STF o absolveu para preservá-lo na corrida eleitoral. Carreirista, faz uso do dinheiro público em seu favor, durante 2008 viajou com a esposa e filha com passagens de seu gabinete. Foi autor de uma emenda que destinaria 1,1 milhão de reais para uma ONG administrada por familiares.

9) Celso possui as melhores relações, desde Paulo Maluf com quem partilhou anos de sua carreira política até Pedro Corrêa, que para conseguir uma delação premiada declarou que Russomanno recebia propina do Mensalão. Até o não menos importante, o empresário Augusto Mendonça delator da Lava Jato, que afirma ter repassado 60 milhões ao ex-diretor de Serviços da Petrobrás Renato de Souza, e com quem o candidato a prefeitura de São Paulo mantém sociedade em um bar no Lago Paranoá em Brasília.

10) Em sua declaração de bens afirma possuir um patrimônio de quase dois milhões, além de ser dono de um helicóptero com empresário investigado por lavagem de dinheiro. Celso Russomanno é o candidato dos ricos e poderosos, possui uma produtora, onde propaga sua ideologia de direita, e pelas regras eleitorais possui enorme espaço na TV e rádio, para seguir defendendo interesses opostos ao da classe trabalhadora, da juventude, dos setores LGBT e d@s negr@s que são mortos todos os dias nas periferias, enquanto as candidaturas de trabalhadores como a minha não tem sequer espaço para difusão das ideias de combate a esse regime autoritário. É contra esses políticos corruptos, machistas, anti-operários, que convido todos a conhecer minha página no Face, e a construir #UmaVozAnticapitalista nessas eleições.

Diana Assunção é candidata a vereadora do MRT pelo PSOL em São Paulo, número 50.200




Tópicos relacionados

Diana Assunção #UmaVozAnticapitalista   /    Eleições 2016   /    Política

Comentários

Comentar