www.esquerdadiario.com.br / Veja online / Newsletter
Esquerda Diário
Esquerda Diário
http://issuu.com/vanessa.vlmre/docs/edimpresso_4a500e2d212a56
Twitter Faceboock
Caso Coxaxin
Fabricante da vacina Covaxin rompe contrato com a Precisa e acusa empresa de fraude
Redação

A Bharat Biotech, empresa indiana fabricante do imunizante Covaxin, rescindiu o contrato com a intermediária Precisa Medicamentos. Empresas estão envolvidas numa investigação de superfaturamento de valores de doses e corrupção aqui no Brasil.

Ver online

Imagem: Reprodução

A fabricante indiana do imunizante Covaxin, Bharat Biotech, rompeu o contrato com a Precisa Medicamentos. A Precisa é uma empresa brasileira que havia sido contratada pela Bharat para intermediar as negociações de compras de vacinas com o Ministério da Saúde.

A Bharat nega a veracidade dos dois documentos enviados pela Precisa ao Ministério da Saúde e acusa uma fraude da empresa brasileira e rompeu o contrato com a intermediária nesta manhã. A Precisa lamentou o rompimento em nota oficial, mas não comentou sobre a veracidade ou não dos documentos.

Estas empresas se encontram envolvidas num imbróglio jurídico e criminal que teria sido revelado a partir de declarações dadas à CPI da Covid, dois meses atrás. O Governo brasileiro teria autorizado a compra do imunizante Covaxin por um preço acima do normal praticado, com um valor de 15 dólares por dose.

Atualmente está descartada a possibilidade de compra da Covaxin, mas a empresa diz seguir trabalhando diretamente à Anvisa a sua regulamentação no país.

Entenda o caso Covaxin: TCU vê indícios de fraude no investimento de R$40 milhões envolvendo sócio da Precisa

 
Izquierda Diario
Redes sociais
/ esquerdadiario
@EsquerdaDiario
[email protected]
www.esquerdadiario.com.br / Avisos e notícias em seu e-mail clique aqui