www.esquerdadiario.com.br / Veja online / Newsletter
Esquerda Diário
Esquerda Diário

Miércoles 25 de Noviembre de 2020
11:06 hs.

Twitter Faceboock
BOLSONARO USA PF CONTRA BOULOS
Diana Assunção diz: “Repudiamos a absurda intimidação de Bolsonaro a Boulos por meio da polícia”
Redação

Após críticas a Bolsonaro feitas nas redes sociais do candidato à prefeitura de São Paulo pelo PSOL, Guilherme Boulos, a Polícia Federal o intimou a prestar depoimento. A Bancada Revolucionária do MRT expressou seu repúdio a essa prática autoritária e intimidadora contra o candidato da esquerda.

Ver online

Após Guilherme Boulos ser intimado pela Polícia Federal a prestar depoimentos devido às críticas que fez ao presidente Jair Bolsonaro nas redes, seu advogado Alexandre Pacheco Martins vai comparecer à sede da PF em Brasília para saber o conteúdo da intimação: “Vamos verificar o conteúdo da investigação para então nos manifestarmos nos autos”, disse ele à imprensa.

Um inquérito foi aberto pelo Departamento de Inteligência Policial (DIP) para “investigar” postagens feitas por Boulos nas suas redes sociais. O candidato do PSOL respondeu dizendo que “Bolsonaro está usando a PF para me intimidar e eleger Russomanno. Isso mostra que eles têm medo da nossa candidatura, porque ela é a que tem mais chances de ir ao segundo turno e derrotar o Bolsodoria em São Paulo. Nós não temos medo nem rabo preso”.

A Bancada Revolucionária de Trabalhadores do MRT também se posicionou sobre a medida. Diana Assunção disse:

“Essa é uma medida coercitiva e autoritária que é a cara não apenas do governo de Bolsonaro, mas de todo esse regime político que vive para sustentar os interesses dos capitalistas. Vemos como a Polícia Federal é parte orgânica desse esquema, e é utilizada, nesse caso como em tantos outros, para perseguir e criminalizar candidaturas de esquerda, movimentos sociais, etc. Repudiamos com toda a força essa absurda perseguição contra a candidatura de Boulos, e é no sentido de combater um regime que se sustenta nessas medidas autoritárias que reforçamos que a nossa luta não pode ser apenas para ganhar mais votos, conquistar cargos em prefeituras ou no legislativo. Enquanto esse regime e suas instituições permanecerem assim, esse tipo de prática será rotineira. Por isso colocamos nossa candidatura a serviço de uma luta profunda para que, a partir da mobilização dos trabalhadores e dos setores explorados e oprimidos, coloquemos de pé uma Assembleia Constituinte Livre e Soberanada que possa varrer todo esse entulho reacionário, e discutamos ponto a ponto as leis repressivas e as instituições que perpetuam esse Estado, avançando no sentido de estabelecer a única saída possível para a miséria capitalista: um governo dos trabalhadores.”

Em seu Twitter, Diana Assunção também denunciou a medida da PF de Bolsonaro:

 
Izquierda Diario
Redes sociais
/ esquerdadiario
@EsquerdaDiario
[email protected]
www.esquerdadiario.com.br / Avisos e notícias em seu e-mail clique aqui