www.esquerdadiario.com.br / Veja online / Newsletter
Esquerda Diário
Esquerda Diário

Miércoles 2 de Diciembre de 2020
03:41 hs.

Twitter Faceboock
EDUCAÇÃO MUNICIPAL SP
URGENTE: PL 452 privatizante da educação de Covas passa na CCJ em meio à protesto
Redação

Em meio a um ato e buzinaço organizado por entidades sindicais e coletivos de educadores, como o Movimento Nossa Classe, o privatizante PL 452 acaba de ser aprovado pela CCJ (Comissão de Constituição, Justiça e Legislação Participativa) com 7 votos favoráveis contra 2 contrários. O governo tentará aprovar ainda hoje esta criminosa PL, mais uma expressão do papel nefasto do PSDB a educação e de que se aproveitam da pandemia para precarizar ainda mais a educação.

Ver online

Nesta quarta-feira (29), dezenas de educadores participaram de um ato e buzinaço em frente a Câmara de São Paulo para protestar contra a PL 452/20 que transmita em regime de urgência para aproveitar a situação da pandemia e atacar estruturalmente a educação municipal de São Paulo.

Mesmo com todos os questionamentos que os educadores e a comunidade escolar vem fazendo através do Fala Rede e também da Audiência Pública que ocorreu na tarde desta terça-feira (28), Bruno Covas e seu Secretário da Educação Bruno Caetano conseguiram aprovar por 7 favoráveis contra 2 votos contrários esta PL na CCJ. Destes 7 votos estavam os partidos PSDB DEM PL PSL e MDB, declarados inimigos da educação.

Uma vez aprovada na Comissão, é preciso agora a aprovação da Câmara dos Vereadores, o que Bruno Covas quer tentar conseguir aprovar ainda hoje. Os educadores e trabalhadores seguem em manifestação exigindo a imediata retira do projeto.

Nós do Esquerda Diário nos solidarizamos com a luta dos professores municipais de SP e chamamos toda a população a cercar de solidariedade esta luta. A Prof. Grazi Rodrigues, do Movimento Nossa Classe Educação, nos contou direto das manifestações:

"É absurdo que o prefeito Bruno Covas junto com seu Secretário da Educação, Bruno Caetano, estejam aproveitando as milhares de mortes pelo país para atacar ainda mais os trabalhadores. O PSDB é um inimigo claro dos serviços públicos, fizeram o mesmo com os metroviários nesta semana reduzindo seus salários e estão mantendo 35 mil professores sem salários na rede estadual. Não vamos aceitar esta situação. É fundamental que o SINPEEM rompa imediatamente com seu imobilismo e reative os REs e o Conselho Geral para que possamos organizar nossa categoria para enfrentar com toda a nossa força este ataque que busca privatizar a educação municipal, criar uma divisão na categoria entre efetivos e temporários e aprovar sua promessa de campanha eleitoral com Escolas em Tempo Integral sem nenhum recurso. Não aceitaremos!"

 
Izquierda Diario
Redes sociais
/ esquerdadiario
@EsquerdaDiario
[email protected]
www.esquerdadiario.com.br / Avisos e notícias em seu e-mail clique aqui