www.esquerdadiario.com.br / Veja online / Newsletter
Esquerda Diário
Esquerda Diário

Lunes 23 de Noviembre de 2020
22:55 hs.

Twitter Faceboock
DEMISSÕES NA LATAM
Ricardo Antunes, Virgínia Fontes, Silvio Almeida e outros intelectuais se somam à luta contra as demissões na LATAM
Redação

Intelectuais se somam às mobilizações contra as 2000 demissões na LATAM. Veja os depoimentos de cada um deles:

Ver online

Ricardo Antunes – sociólogo e professor da Unicamp, pesquisador sobre o mundo do trabalho:

Uma vez mais a pandemia desnuda o caráter trágico do mundo em que a gente vive. Aqueles e aquelas que são chamados de “colaboradores”, “colaboradoras”, “parceiros”, “parceiras”, veem agora no momento duro em que o Brasil se encontra (isto para não falarmos do cenário internacional, mas o caso mais agudo é o brasileiro) o quão falso, quão mistificado e quão ideológico é este ideário que defende a necessidade de colaboração e de parceria, mas em um primeiro momento de crise joga em cima dos ombros dos trabalhadores o ônus desta crise terrível. É inaceitável que o governo não tome medidas mínimas, como qualquer governo, digamos, dos países europeu vêm fazendo, governos estes que são capitalistas, mas que neste momento têm que minimizar e impedir que sua classe trabalhadora seja vilipendiada como a do Brasil está sendo. Aqui não, sequer medidas de defesa da classe trabalhadora são implementadas; o máximo que este governo truculento fez foi permitir a suspensão de contratos de trabalho, redução de jornada e redução de salários. Hoje nós estamos vendo que nem isto sequer tem tido qualquer importância maior para tentar minimizar o sofrimento da classe trabalhadora, portanto é inaceitável que a pandemia que tipifica, que marca a tragédia do sistema que nós vivemos, seja jogada em cima da classe trabalhadora.

Virgínia Fontes – historiadora e professora da UFF:

Estamos atravessando penosa pandemia, e já estamos há anos em crise econômica, que penalizou sobretudo os trabalhadores, enquanto garantiu lucros formidáveis e recursos públicos para o grande empresariado. A LATAM teve formidáveis lucros nos anos anteriores e NADA justifica que demita funcionários enquanto recebe ajudas governamentais! Toda a minha solidariedade aos trabalhadores da LATAM e a todos os trabalhadores desse país. A vida precisa sempre estar na frente do lucro!

Silvio Almeida – Filósofo, advogado, professor de direito e intelectual do movimento negro:

Deixo nesta mensagem meu abraço solidário e também me coloco a disposição das pessoas que estão sofrendo e estão também lutando contra o processo de demissões que ocorre na LATAM. Eu queria me dirigir às pessoas que principalmente estão lutando, sendo demitidas e também as que estão sofrendo eventualmente perseguições, queria dizer que eu sou solidário a elas e que também colocarei toda minha energia e toda minha capacidade de trabalho e de luta para que essas injustiças sejam reparadas, e que sejam objeto de responsabilidade por todos aqueles que a cometam.

Dennis de Oliveira - professor de jornalismo na ECA/USP e coordenador da Rede Quilombação:

Nós da Rede Antirracista QUILOMBAÇÃO manifestamos nossa plena solidariedade aos trabalhadores e trabalhadoras da LATAM contra mais esta medida opressiva da empresa, que quer jogar nas costas de quem trabalha os custos da crise. Entendemos que é fundamental que todos os trabalhadores tenham a garantia do emprego e salário, principalmente em um momento como este. A postura da LATAM demonstra mais uma vez a ganância da burguesia que privatiza o lucro e socializa os prejuízos.
Contem com nosso apoio nesta trincheira.

Angela Mendes de Almeida – historiadora e professora universitária aposentada:

A notícia de que a companhia aérea LATAM irá demitir quase 2000 trabalhadores na América Latina eleva a dramaticidade da situação econômica em que ficarão os funcionários demitidos, que se somarão a tantos outros em diversos países. No Brasil eles estarão, além de tudo, encarando o panorama catastrófico no país, como resultado da política genocida do presidente psicopata que sabotou as medidas sanitárias para combater o coronavírus, em nome da salvação de uma economia que não poderá ser salva senão pela salvação das vidas, das famílias, das pessoas.

Antonio Carlos Mazzeo – Cientista político e sociólogo, professor da FFLCH/USP:

Todo apoio aos trabalhadores e trabalhadoras da LATAM, que enfrentam a fúria patronal, que se aproveita de um delicado momento da humanidade para enxugar seus quadros de funcionários/as, com objetivo imoral de ampliar seus lucros e de eximir-se de responsabilidades sociais inerentes ao empregador.
Não às demissões,
Pela defesa intransigente dos postos de trabalho dos trabalhadores da Latam!
O direito ao trabalho e o direito à vida vem antes dos lucros!

 
Izquierda Diario
Redes sociais
/ esquerdadiario
@EsquerdaDiario
[email protected]
www.esquerdadiario.com.br / Avisos e notícias em seu e-mail clique aqui