www.esquerdadiario.com.br / Veja online / Newsletter
Esquerda Diário
Esquerda Diário

Domingo 25 de Octubre de 2020
02:13 hs.

Twitter Faceboock
VIOLÊNCIA POLICIAL
Em PE, policiais agridem estudante por causa de livro marxista em sua mochila
Redação

Além de agredirem, também chamaram a estudante de “terrorista” e que “Bolsonaro ia acabar com tudo isso”.

Ver online

No último dia 09 de novembro, no centro da cidade Petrolina, em Pernambuco, um grupo de policiais agrediu uma estudante negra, Camila Roque, a caminho da faculdade. O motivo seria que os policiais a abordaram, junto com outras amigas, e que acharam um livro de “teoria marxista” em sua mochila.

Após abordarem a jovem com suas amigas, a jovem foi chamada de “terrorista” e os policiais teriam dito que “Bolsonaro ia acabar com tudo isso”, segundo palavras da própria Camila. Os agentes, mesmo não podendo segundo a lei, revistaram suas mochilas e encontraram o livro, afirmando que ele seria “confiscado”.

Logo após se retirarem devido questionamento da estudante, os policiais retornaram e lhe acertaram um soco no olho. Nesse momento ela foi atacada como “terrorista” como chamavam os policiais. Camila fez boletim de ocorrência, mas a delegacia não divulgou o nome dos policiais em operação no dia. Caso foi denunciado à Comissão de Direitos Humanos da OAB e ao Ministério Público.

Não é raro os casos de agressão motivados pelo ódio Bolsonarista. Desde Marielle, Mestre Moa e tantos outros agredidos ou mortos nas ruas, motivados pelos discursos de extrema direita de Bolsonaro, até hoje casos como esse não param de repercutir. É necessário dar um basta à esses ataques e para isso é mais que necessário derrotar Bolsonaro nas ruas, se inspirando nos exemplos de luta na América Latina que não param de crescer.

 
Izquierda Diario
Redes sociais
/ esquerdadiario
@EsquerdaDiario
[email protected]
www.esquerdadiario.com.br / Avisos e notícias em seu e-mail clique aqui