www.esquerdadiario.com.br / Veja online / Newsletter
Esquerda Diário
Esquerda Diário

Miércoles 20 de Noviembre de 2019
11:37 hs.

Twitter Faceboock
METROVIÁRIOS SP
Doria pune metroviários de colete por "insubordinação de cunho político"
Redação

Doria e Metrô de SP punem arbitrariamente metroviários em ação antissindical para proteger a Reforma da Previdência de Bolsonaro. É necessário Intensificar a campanha de solidariedade aos coletes dos metroviários com a hashtag #euapoioocoletedosmetroviarios

Ver online

Desde sexta-feira dia 26, Dória e a direção do Metrô vem aprofundando o ritmo de punições aos metroviários por conta do uso do colete contra a reforma da previdência e indicativo de greve votado pela categoria para o próximo dia 30, terça-feira.

O fundamento das advertências, "insubordinação de cunho político", mostra por si só o caráter político das punições e o comprometimento do Metrô de São Paulo e do governo Dória em utilizar todo seu aparato institucional para tentar calar as vozes metroviárias e da população contra esse duro ataque aos trabalhadores e pobres desse país, contra o direito de livre manifestação política da categoria. Doria acompanha Bolsonaro em seus métodos sujos e anti sindicais para calar a voz dos trabalhadores, jogando nas nossas costas os custos da crise que ele mesmos criaram para que trabalhemos até morrer. Mas, mesmo com essa escalada, aumentou o clima de revolta na categoria, com a maioria dos metroviários, mantendo o uso do colete e adesivos.

Doria e o Metrô tem atacado a utilização dos coletes como nunca atacou em nenhuma campanha anterior. Isso tem acontecido porque, a consigna principal do colete “contra a reforma da previdência” ataca diretamente o principal plano da burguesia e do governo Bolsonaro e tem gerado importantes manifestações de apoio da população e trabalhadores de outras categorias à mobilização que enxergam na iniciativa metroviária um importante flanco de luta contra esse ataque aos nossos direitos. A capacidade de diálogo dos metroviários, que são vistos nas estações e trens por milhares de usuários todos os dias, tem gerado um grande impacto na cidade de São Paulo e manifestações de solidariedade tanto nas redes sociais quanto nas próprias estações, o que tem demonstrado o rechaço da maioria da população a essa impopular reforma.

Por uma forte campanha democrática em apoio aos coletes metroviários

As inúmeras manifestações de solidariedade aos coletes dos metroviários, e as milhares de assinaturas que colhemos para ao abaixo assinado contra a reforma da previdência demonstram que há disposição de luta contra esse ataque tão impopular do governo. Por isso convocamos a todos que se incorporem a uma forte campanha democrática que cubra de solidariedade os metroviários nessa luta que estão travando. Queremos transformar a assembleia dos metroviários do dia 29 de abril num grande ato político com a presença de delegações e representantes de diversos sindicatos e centrais, personalidades políticas, intelectuais de esquerda, jovens e trabalhadores para que possamos expressar essa enorme força para que a luta dos metroviários seja cada vez mais parte de fortalecer essa luta nacional contra a reforma e os ataques do governo Bolsonaro. Para isso é crucial que CUT e CTB, mas também a CSP-CONLUTAS faça um chamado amplo aos diversos sindicatos que dirigem, assim como o PSOL aos seus parlamentares e figuras políticas, para que enviem delegações e representantes no dia 29 no sindicato dos metroviários, colocando todo seu peso em prol dessa luta.

A luta dos metroviários tem que sair do isolamento e para isso é fundamental que as centrais sindicais convoquem assembleias de base para organizar os milhões de operários que dirigem para que possam decidir e tomar em suas mão os destinos dessa luta e colocar de pé uma verdadeira greve geral no dia 14 de junho a partir de paralisações reais nos locais de trabalho.

Campanha #euapoioocoletedosmetroviarios e Twitaço na segunda-feira, dia 29. Participe!

O Esquerda Diário faz um amplo chamado a aprofundarmos a campanha de solidariedade aos coletes dos metroviários para cobrir de apoio esses companheiros. Publique seu apoio nas redes sociais com a #euapoioocoletedosmetroviarios.

Estamos organizando na próxima segunda-feira, dia 29, às 15h, um twitaço para amplificarmos essa campanha e fortalecer essa batalha.

Divulgue essa importante campanha, seja parte dessa luta para que ergamos uma verdadeira força dos trabalhadores e do povo pobre do país para barrarmos de vez esse ataque a nossas condições de vida.

VEJA TAMBÉM
- Metrô e Doria punem trabalhadores, mas coletes contra a reforma da previdência ganham apoio popular
- Participe da campanha em apoio aos coletes dos metroviários
- Metroviários-SP aderem mobilização contra Reforma da Previdência usando coletes e adesivos
- Metrô de SP segue negando tratar a saúde e segurança das mulheres na CIPA

 
Izquierda Diario
Redes sociais
/ esquerdadiario
@EsquerdaDiario
contato@esquerdadiario.com.br
www.esquerdadiario.com.br / Avisos e notícias em seu e-mail clique aqui