www.esquerdadiario.com.br / Veja online / Newsletter
Esquerda Diário
Esquerda Diário

Jueves 24 de Junio de 2021
05:39 hs.

Twitter Faceboock
GRUPO DE ESTUDOS DE ESTUDOS DE CULTURA E MARXISMO
Grupo de Estudos: Marxismo é para lutar contra a Homofobia
Letícia Parks

O Grupo de Estudos de Cultura e Marxismo retornou no mês de Agosto colocando no centro de suas reflexões o combate às opressões de raça, gênero e sexualidade. Na primeira sessão, dedicada à obra dramatúrgica “Querô – Uma Reportagem Maldita”, de Plínio Marcos, foram muitas as ideias alimentadas em torno da luta contra a redução da maioridade penal, que representa um dos principais ataques a toda a juventude, em especial a negra, trabalhadora, pobre e moradora das periferias do país.

Ver online

Em nossa próxima seção, como parte de uma preparação para o Encontro de Mulheres e LGBTs do Pão e Rosas, nos debruçaremos sobre o comovente e revoltante conto de Caio Fernando Abreu, “Aqueles Dois”, parte da obra de contos entitulada “Morangos Mofados”.

Caio Fernando foi um importante escritor e dramaturgo brasileiro, autor de centenas de páginas dedicadas aos “rebaixados” pela sexualidade burguesa e conservadora. Seus personagens, em geral homossexuais e mulheres e homens mais velhos, fazem parte de um universo de denúncias ao status quo e de negação do direito ao corpo e a sexualidade, imposta sobre todos aqueles que não obedecem ao padrão estético tradicional ou ao padrão heteronormativo.

Caio Fernando é, infelizmente, tratado como um autor de segunda ordem, ignorado no meio acadêmico e ausente dos espaços de reflexão sobre o conjunto da sociedade. Em geral, fazem parte dos cânones aqueles que trataram a sexualidade sem grandes questionamentos, fortalecendo em nos futuros professores e nos valores culturais o que mais interessa à classe dominante: uma população que reprima fora e dentro si sua identidade sexual e seus desejos mais verdadeiros.

Junto ao conto de Caio Fernando, estudaremos o suplemento especial “Avanços e Contradições na luta pela emancipação de nossa sexualidade”, publicado no blog da Juventude às Ruas! em 16 maio de 2014, uma importante e inédita contribuição para nos ajudar a compreender a trajetória de organização política do movimento LGBT ao longo dos convulsivos anos que antecederam nossa geração.

Nos reuniremos no prédio da Letras, sala 111, às 12h e 17h30 e os textos podem ser encontrados em nossa página do Facebook e também na pasta 21 do xerox das Ciências Sociais.

 
Izquierda Diario
Redes sociais
/ esquerdadiario
@EsquerdaDiario
[email protected]
www.esquerdadiario.com.br / Avisos e notícias em seu e-mail clique aqui