×

Em Porto Alegre | Vereador bolsonarista, Bobadra, faz ataque misógino em votação de fim dos cobradores

Durante sessão de votação no plenário da Câmara dos Vereadores de Porto Alegre, o vereador bolsonarista, Alexandre Bobadra, do PSL, fez um ataque misógino a uma vereadora do PCdoB. Não basta votar projeto que vai colocar milhares de cobradores no olho da rua, os bolsonaristas tem que partir pra misoginia.

quarta-feira 1º de setembro | Edição do dia

Durante as falas do plenário, a vereadora Bruna Rodrigues, do PCdoB, relatou o assédio misógino que sofreu do vereador bolsonarista Alexandre Bobadra, PSL. Bruna denunciou que em dado momento da discussão, Bobadra disse que Bruna teria “tesão” por ele. Colocou também que ela, como mulher negra, não iria aceitar nenhum tipo de ataque desse tipo.

Trata-se de um ataque misógino e inaceitável que deve ser respondido com força por todas as mulheres e organizações de esquerda. O bolsonarista faz esse tipo de declaração abjeta para tentar intimidar a vereadora do PCdoB.

Várias vereadoras e vereadores saíram em defesa de Bruna, como os parlamentares do PSOL, PT e sua colega, Daiane Santos, do PCdoB. Bobadra, como todo covarde, não falou nada.

A vereadora do PT, Laura Sito, disse que enviará uma denúncia formal por assédio e quebra de decoro a fim de punir o vereador bolsonarista.

A votação na tarde dessa quarta-feira visa acabar com a obrigatoriedade dos cobradores na cidade, o que vai levar milhares à demissão. São homens e mulheres reacionários, como Bobadra e Comandante Nádia, que Melo se alia para colocar pais e mães de família na rua e ampliar os lucros dos grandes empresários.

Além de misógino e reacionário, Bobadra também acumula salário de forma ilegal, sem trabalhar. Corrupto, machista e reacionário, o combo bolsonarista de sempre.

Os rodoviários da Carris marcaram uma greve para essa quinta-feira, dia 2 de setembro, a fim de protestar contra esse ataque e também à privatização da Carris. É urgente erguer uma forte campanha de apoio ativo a essa greve a fim de derrotar Melo e essa direita abjeta que se utiliza do machismo e da misoginia para tentar passar ataques contra os trabalhadores.




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias