×

Justiça por Dom e Bruno | Val Muller: "É urgente se apoiar na mobilização indígena e impor uma investigação independente para arrancar justiça por Dom e Bruno”

Após mais de uma semana desaparecidos em uma região marcada pelo garimpo ilegal na floresta amazônica, foram confirmadas as mortes do jornalista Dom Phillips e do indigenista Bruno Araújo. O governo Bolsonaro e o Estado são responsáveis! É preciso se apoiar na mobilização indígena para impor uma investigação independente e que imponha justiça por Dom e Bruno!

terça-feira 14 de junho | Edição do dia

Bruno e Dom tinham sido vistos pela última vez no dia 5 ao chegarem à comunidade São Rafael. Partiram de barco rumo à Atalaia do Norte, viagem que dura aproximadamente duas horas, mas não chegaram ao destino. Ambos estavam na mira dos garimpeiros, madeireiros e donos do agronegócio da região (setores que são parte da reacionária base do bolsonarismo) justamente por estarem denunciando atividades ilegais contra os povos indígenas e o meio ambiente.

Bruno Araújo já teve cargo de coordenação na FUNAI, até ser exonerado do mesmo por Sérgio Moro quando este era ministro de Bolsonaro, e organizou uma operação que destruiu diversas balsas de garimpeiros anos atrás. Dom, inglês que trabalhava como jornalista, foi visto fotografando homens armados invadindo um território indígena na região apenas 2 dias antes de seu desaparecimento.

Na segunda, 13 de junho, Alessandra Sampaio, companheira de Dom Phillips, afirmou que os corpos do indigenista e do jornalista foram encontrados. Suas mortes são expressão do avanço da exploração na Amazônia e terras indígenas, agudizado pelo governo de Bolsonaro e dos militares, responsáveis por mais esse crime. Um crime que também é fruto da impunidade em um Brasil que tem um largo histórico de assassinato a ativistas e militantes.

É preciso seguir o exemplo dos povos indígenas mobilizados: só a luta pode impor uma investigação independente junto aos organismos de direitos humanos, sindicatos e universidades, com todo o suporte necessário pra descobrir os mandantes e punir todos os envolvidos! Bolsonaro e seu governo, assim como as demais instituições desse regime, sustentam a destruição da Amazônia e são cúmplices dos assassinatos de indígenas e daqueles que os apoiam.




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias