×

Miséria e fome | VÍDEO: Moradores de Fortaleza procuram comida em caminhão de lixo em bairro nobre

A cena foi registrada em um bairro nobre da capital cearense e o vídeo circulou nas redes sociais nesse domingo (17), mostrando mais uma vez a barbárie social que se faz cada vez mais presente na vida da população e dos trabalhadores brasileiros.

segunda-feira 18 de outubro | Edição do dia

O aumento da miséria e da fome no país tem produzido cenas brutais, que revelam o desespero das famílias que não sabem se conseguirão trazer o sustento para sua casa. O mais recente registro dessa barbárie social ocorreu em Fortaleza, onde foi filmado a cena de um grupo de nove pessoas revirando a caçamba de um caminhão de lixo em busca de comida.

A cena foi registrada em um bairro nobre da capital cearense e o vídeo circulou nas redes sociais neste domingo (17).

Pode te interessar:"Meu grande sonho é ser gente", diz mãe que foi presa por furtar R$21,69 em comida

Capitalismo precisa acabar! Mais de 24,5 milhões não sabem se comerão durante o dia no Brasil

O país voltou para o mapa da fome, são quase 20 milhões de brasileiros na fome e mais da metade da população vive em condições de insegurança alimentar.

Se faz mais necessário do que nunca um programa operário de combate à crise em base a luta de classes para superarmos essa miséria que nos é imposta. Para combater esses salários de fome precisamos lutar urgentemente pelo reajuste salarial de acordo com a inflação - que só segue aumentando. Se tudo aumenta mensalmente, nossos salários também precisam aumentar.

Não podemos naturalizar a precarização, a terceirização e a "uberização" do trabalho. Precisamos unir nossa classe, empregados e desempregados, em defesa
deste direito mínimo que é o emprego com plenos direitos para todos.

Além disso, não podemos naturalizar a precarização, a terceirização e a "uberização" do trabalho. Precisamos unir nossa classe, empregados e desempregados, em defesa deste direito mínimo que é o emprego com plenos direitos para todos.

Saiba mais:Basta de desemprego e salários de fome!




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias