Sociedade

Ubirany, do grupo Fundo de Quintal, morre aos 80 anos por COVID-19

O cantor estava internado na Casa São Bernardo, na Barra da Tijuca, devido a complicações por infecção do coronavírus.

sexta-feira 11 de dezembro de 2020| Edição do dia

Foto: Léo Pinheiro/Framephoto/Estadão Conteúdo/Arquivo

Nesta sexta-feira(11), o samba perdeu um de seus grandes nomes, Ubirany Félix do Nascimento, um dos fundadores do célebre grupo Fundo de Quintal. Ubirany foi mais uma vítima do novo Coronavírus, que o deixou internado há mais de uma semana. Durante sua internação, o sambista chegou a apresentar alguma melhora, mas acabou não resistindo.

O músico de 80 anos foi o criador do “repique de mão", instrumento que, inicialmente, foi adaptado de um tom de uma bateria por Ubirany, criando uma nova levada, que virou característica das músicas do grupo.

O Fundo de Quintal foi um dos principais grupos a compor o Cacique de Ramos, um dos mais tradicionais blocos de carnaval do Rio de Janeiro, e tiveram como madrinha Beth Carvalho, que ajudou o grupo a alcançar o sucesso.

Em nota, os demais integrantes do grupo se manifestaram sobre a morte do cantor:

"É com grande lamento que o grupo Fundo de Quintal, por meio de sua assessoria de imprensa, vem a público informar o falecimento, na manhã desta sexta-feira (11), de Ubirany Félix do Nascimento, o ’nosso querido’ Ubirany, aos 80 anos de idade.

O sambista estava internado no hospital por complicações decorrentes de sua contaminação por Covid-19.

A assessoria informará, posteriormente, questões sobre velório e sepultamento do sambista. Pedimos respeito ao luto de amigos e familiares, que se manifestarão em momento oportuno e espontâneo".




Tópicos relacionados

Crise do Coronavírus   /    Samba   /    COVID-19   /    Coronavírus   /    Sociedade

Comentários

Comentar