Sociedade

CRISE NO IBGE

URGENTE: presidente do IBGE pede exoneração após cortes de Bolsonaro

Após recentes cortes, a presidente do IBGE, Susana Cordeiro Guerra, pede exoneração do cargo.

sexta-feira 26 de março| Edição do dia

Foto: Geraldo Bubniak

A presidente do IBGE, Susana Cordeiro Guerra, presidente do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, pediu exoneração do cargo alegando motivos pessoais e familiares. Em 2019, sobre a sugestão de Paulo Guedes de enxugar o Censo Demográfico, ela havia dito "não estarei sentada nessa cadeira (de presidente) mais".

Pode te interessar: Ataques ao IBGE: pandemia e cortes ameaçam o censo

Na ocasião, ela havia sido criticada por adequar o Censo à crise, diminuindo a quantidade de questões, e estava argumentando que a escolha não era resultado de ingerência do governo Bolsonaro.

Em 2021 o Censo sofreu um corte de mais de 90%, o que pode levar a um apagão estatístico no país. Há mais tempo os trabalhadores do instituto têm sofrido com os cortes, o que acarreta em piores condições de trabalho e, na pandemia, na escassez de EPIs e cancelamento de contratações.

Matéria em desenvolvimento




Tópicos relacionados

IBGE   /    Corte de verbas   /    Paulo Guedes   /    Jair Bolsonaro   /    Ciência e Tecnologia   /    Sociedade

Comentários

Comentar