JULGAMENTO NOS EUA

Policial Derek Chauvin é condenado pelo assassinato de George Floyd

O júri chegou a um veredicto sobre o julgamento de Derek Chauvin, assassino de George Floyd, policial de Minneapolis, nessa segunda-feira (20).

terça-feira 20 de abril| Edição do dia

Foto: Derek Chauvin durante o julgamento

George Floyd foi assassinado em 25 de maio de 2020. Seu assassino, defendido por setores de extrema-direita e da polícia nos Estados Unidos, foi declarado culpado pelo júri, após pressionar seu joelho em cima do pescoço de Floyd durante 9 minutos e meio. A sentença ainda vai demorar 8 semanas para sair, mas o assassino foi condenado nas três acusações.

O julgamento teve início no dia 29 de março e o júri chegou ao veredicto na tarde dessa terça-feira, com dois dias de deliberação, após uma série de tentativas de manipulações por parte da defesa do policial.

Veja Tweet de Letícia Parks:

O tribunal vem sendo cercado por centenas de policiais para tentar impedir qualquer tipo de manifestação antirracista, pelo Black Lives Matter ou outros setores. Mas em Minneapolis, próximo ao tribunal, manifestantes não param de cantar Black Lives Matter (Vidas Negras Importam) e No Justice, No Peace! (Sem justiça, sem paz!). Veja foto abaixo:

- Leia mais, após assassinato de jovem de 20 anos, Daunte Wright: Minneapolis novamente em chamas contra assassinato de jovem negro

Os advogados de defesa tentaram mostrar que o assassino utilizou procedimentos autorizados, que George Floyd estaria sob o efeito de drogas e que problemas cardíacos teriam levado à sua morte. Mas as imagens não mentem. O policial de Minneapolis, com várias denúncias de racismo e violência anteriores, assassinou a sangue frio o trabalhador e pai George Floyd.

Seu assassinato levou milhares às ruas de Minneapolis e de todo o país contra a violência policial e o racismo. O Esquerda Diário vem cobrindo as manifestações nos EUA desde o seu início, como se pode ver clicando aqui.




Tópicos relacionados

VIDAS NEGRAS IMPORTAM   /    #BlackLivesMatter   /    Justiça para George Floyd   /    George Floyd   /    Black Lives Matter   /    [email protected]   /    Internacional

Comentários

Comentar