Mundo Operário

REPRESSÃO

URGENTE: Marchezan reprime ambulantes e recolhe alimentos no centro de Porto Alegre

Na manhã desta quinta-feira (08), Marchezan novamente reprime ambulantes no centro de Porto Alegre, mandando apreender as mercadorias dos trabalhadores junto da Guarda Municipal e da cavalaria. Veja vídeo.

quinta-feira 8 de outubro| Edição do dia

Mais um escândalo da gestão de Marchezan. Na manhã de hoje (08), os trabalhadores de fruteiras ambulantes que estavam no largo Glênio Peres tiveram seus produtos de trabalho apreendidos pela prefeitura, em ação criminosa coordenada pelo prefeito Marchezan e a SMIC. Novamente o prefeito demonstrando que não está ao lado dos trabalhadores.

A Guarda Municipal e a cavalaria estavam de prontidão para reprimir os trabalhadores e a população. Veja vídeo do momento da apreensão:

Essa é a política de repressão aos trabalhadores e a população pobre que vem sendo aplicada pela atual prefeitura. Ainda nesse ano, Marchezan coordenou a maior operação de apreensão de mercadorias dos últimos três anos em Porto Alegre, chegando a recolher 7 mil produtos.

Veja também: Em quase 4 anos, Marchezan avançou em ataques, privatizações e destruição do serviço público

São centenas de famílias que garantem seu sustento com o trabalho diário no comércio de rua. Para essas famílias, assim como para todos trabalhadores do IMESF demitidos, o que a política privatista de Marchezan tem a oferecer é desemprego e mais precarização. Ele está ao lado dos grandes empresários que dominam a venda de alimentos nos grandes supermercados a preços altos para manterem seus lucros, enquanto a população amarga com a crise.

É preciso unificar todos os trabalhadores, sejam ambulantes, terceirizados ou efetivos, para lutar contra essa política e fazer com que os capitalistas paguem pela crise.




Tópicos relacionados

Guarda Municipal   /    Classe Trabalhadora   /    Trabalhadores   /    Marchezan   /    eleições Porto Alegre   /    Porto Alegre   /    Repressão   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar