Sociedade

crise sanitária

UPAs em Porto Alegre chegam a superlotação de 271%

Os estados mais críticos das UPAs atualmente, em Porto Alegre, são o da Bom Jesus com 271, 43% de sobrecarga, e da Cruzeiro do Sul com 216, 67%. Demissões em massa dos trabalhadores da saúde que atendiam as UPAs, é uma das causas desse absurdo.

terça-feira 4 de maio| Edição do dia

As UPAs da Lomba do Pinheiro e da Moacyr Scliar também estão em estado crítico, operando em mais de 180% da capacidade.

Já as UTIs em Porto Alegre, no geral, estão trabalhando com mais de 90% da capacidade. Em cinco hospitais se tem mais pacientes do que leitos de tratamento intensivo. Todos os dados são da Secretaria Municipal da Saúde.

para saber mais: bandeira vermelha do Leite é manchada de sangue




Tópicos relacionados

Leitos de UTI   /    Colapso da saúde   /    Crise Sanitária   /    Coronavírus   /    Porto Alegre   /    Sociedade   /    Saúde

Comentários

Comentar