×
Rede Internacional

Centrão | Tudo em família: Mãe de Ciro Nogueira assume vaga no senado como suplente do filho

Se Ciro Nogueira (PP-PI), uma das lideranças do Centrão, assumir a Casa Civil por indicação de Bolsonaro, será a sua mãe, por puro carreirismo político, que assumirá sua vaga de senador como suplente, sem nenhuma experiência política, tendo um patrimônio R$3 milhões, assumindo apenas para garantir os interesses da família e de seu filho Ciro, que fez seu patrimônio saltar de R$ 2 milhões para R$ 23 milhões em oito anos de Senado.

quinta-feira 22 de julho | Edição do dia

Foto: Reprodução/Redes Sociais

Eliane e Silva Nogueira Lima, de 72 anos e mãe de Ciro, tem um patrimônio de mais de R$3 milhões, e é também filiada ao PP, mas não tem nenhuma experiência em cargos políticos.

Veja também: Bolsonaro abre mais espaço para o Centrão com PP na Casa Civil e mini reforma ministerial

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quarta-feira (21) que fará uma reforma ministerial. O desenho que estava definido até a manhã desta quarta-feira envolve trocas em três pastas: Ciro Nogueira (PI) vai para a Casa Civil no lugar do general Luiz Eduardo Ramos, que passa para a Secretaria-Geral, ocupada por Onyx Lorenzoni (DEM).

Veja mais: Ministro da Defesa Braga Netto faz ameaças de golpe, caso não haja voto impresso em 2022

Braga Netto nega ameaça a Arthur Lira, mas defende voto impresso em declaração

Bolsonaro divulgou ontem (quarta-feira, 21) uma reforma ministerial que pretende realizar, definindo até a manhã de ontem que Ciro Nogueira entraria na Casa Civil, no lugar do general Luiz Eduardo Ramos, que entraria na Secretaria-Geral, atualmente ocupada por Onyx Lorenzoni (DEM).

Cai quem quer: Bolsonaro dá a entender que não participará de eleição sem voto impresso

Onyx ocupará o Ministério do Trabalho e Emprego, que tinha sido extinto por Bolsonaro, mas que será recriado através de medida provisória, dividindo o Ministério da Economia. A tendência é que até sexta-feira(23) as mudanças já estejam efetivadas.

Pode te interessar: Assembleia Constituinte Lira propõe semipresidencialismo para proteger Bolsonaro. Lutemos por uma nova Constituinte

Ciro Nogueira é uma das principais figuras e lideranças do famigerado Centrão, que é o ponto de apoio do governo Bolsonaro no Congresso. Carreirista de carteirinha, Ciro conseguiu fazer seu patrimônio crescer mais de dez vezes no seu primeiro mandato no Senado, entre 2010 e 2018, quando foi de R$ 2 milhões para R$ 23 milhões. O político foi reeleito para o Senado em 2018, com mandato até o início de 2027.

Bolsonaro erra feio na aritmética básica e fala que Brasil crescerá 9%: “Um milagre”

Quando decidiu indicar sua mãe como primeira suplente, nas eleições de 2018, a movimentação foi vista por adversários políticos locais como um indicativo de que se preparava para disputar o Governo do Piauí em 2022, mantendo o controle sobre sua vaga no Senado.

COLUNA:Nos comandos militares, são todos Pazuellos

Em 2018, quando se candidatou novamente para o Senado, muito se comentava que a indicação de sua mãe como primeira suplente expressava que Ciro se preparava para disputar as eleições de Governador do Piauí em 2022, mas que queria ao mesmo tempo continuar mantendo influência política no Senado, através de sua mãe.




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias