EUA

Trump bate record de execução de presos no corredor da morte antes que seu governo acabe

Governo de extrema direita de Donald Trump responde a suposta promessa de campanha de Joe Biden de pena de morte à nível federal, acelerando para executar todos os presos no corredor da morte até o fim de seu mandato.

sexta-feira 11 de dezembro de 2020| Edição do dia

Foto por Gage Skidmore/Flickr CC

Em ato inédito, mesmo durante todos os anos de política de morte do sistema penal dos EUA, Trump executa número recorde de presos no corredor da morte à nível federal, devido sua derrota eleitoral para Joe Biden, que fez promessa durante sua campanha eleitoral de acabar com a modalidade de pena morte que é de responsabilidade direta do governo federal norte-americano. Adepto da política genocida, racista e supremacista, a violência policial e institucional sempre foi marca registrada de Trump na presidência, atentando contra a vida de imigrantes e negros, que acabaram por estourar um grande movimento de massas, o Black Lives Matter. Agora em seu último ato de regozijo mórbido, faz agilização desesperada para executar todos os detentos que puder.

Apenas este ano, o governo já realizou 9 execuções, com a décima já marcada no estado de Indiana.

O sistema do corredor da morte é marcado pelo seu caráter racista, sendo 46% dos condenados a tal sentença negros, mesmo que os negros representem apenas 12 % da população. Tal desequilíbrio se dá pelo racismo institucional extremamente forte no judiciário norte americano, onde a questão de raça influencia diretamente nos vereditos, onde, em 76% das condenações, as vítimas eram brancas e apenas 15% eram negras e 7% latinas. A maior parte das sentenças de morte do país são registradas na região Sul, lugar onde a escravidão mais perdurou e que ainda contém mais traços racistas históricos até hoje.

Não por acaso, são as regiões onde a base política de Trump é mais solidificada. Trump é um representante ímpar da faceta mais racista do imperialismo norte americano, gentrificador e assassino, que se pôs a saciar, até o último minuto de seu mandato, a vontade sanguinolenta dos racistas, muitos deles reivindicadores dos antigos Estados Confederados, que possuem verdadeira ojeriza pela população negra.

Da mesma forma, Joe Biden que promete acabar com a pena de morte à nível federal, não fala nada se quer das penas de mortes realizadas nos estados norte-americanos onde é legalizado e o número de execuções é superior. Biden também seguirá com as mesmas políticas racistas e de repressão do povo negro, onde ja afirmou que a polícia tem que atirar nas pernas e não peito dos negros.




Tópicos relacionados

Estados Unidos da América   /    Pena de Morte   /    #BlackLivesMatter   /    Black Lives Matter   /    Governo Biden   /    Racismo   /    Donald Trump   /    Racismo EUA   /    Estados Unidos

Comentários

Comentar