×

Inflação | Trabalhadores formais vivenciam a precarização, já são 3 anos sem ganho salarial real

Segundo o boletim Salariômetro divulgado nesta quarta (26) pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, os trabalhadores que conseguem se manter na formalidade amargam três longos anos sem reajuste salarial real.

quarta-feira 26 de janeiro | Edição do dia

Foto: Reprodução

Os dados divulgados pela Fipe - Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas - são de que em 2021 os trabalhadores formais, que sabemos ser uma parcela cada vez menor, completaram três anos sem ganho salarial real, ou seja, na média do ano passado apenas 18,6% dos acordos e convenções trabalhistas fechadas resultaram em aumentos maiores do que a inflação.

Para além dos reajustes baixos, o Salariômetro também registrou um aumento nos acordos e convenções trabalhistas que previram o pagamento escalonado dos índices de reajuste. Os trabalhadores formais agora também sofrem com reajustes abaixo da inflação que ainda são pagos pelo patrão de forma parcelada.

O boletim destaca ainda a adoção de tetos para a aplicação de reajustes. Tal dispositivo pode ser usado tanto para definir uma faixa salarial a ser corrigida (quando o aumento só é aplicado a uma parcela do salário), quanto para limitar quem tem o direito ao ajuste. Como negociações fechadas em dezembro previram esse mecanismo em 16,4% dos casos, em novembro o teto ficou em 36,5% dos acordos e em setembro 27,7%.

A inflação dos alimentos, segundo o INPC - Índice Nacional de Preços ao Consumidor - ficou em 7,71%. O INPC é calculado pelo IBGE e considera o efeito da variação de preços sobre as famílias com renda de até cinco salários mínimos, além de ser o índice mais usado nas negociações salariais.

O setor de serviços foi o que mais sofreu com a defasagem entre o percentual de reajuste mediano e a inflação pelo INPC, este setor é responsável por cerca de 70% do PIB (Produto Interno Bruto) do Brasil. Toda essa realidade foi bastante potencializada pelos efeitos da pandemia.

Pode interessar: Bolsonaro faz decreto para ajudar setor elétrico e jogará a conta para os trabalhadores




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias