Economia

Trabalhadores em Greve

Trabalhadores entram em greve em Taubaté contra o encerramento da produção de celulares da LG

Caso o encerramento seja confirmado, a entidade sindical estima que 400 dos 1 mil empregos na planta do interior paulista podem ser afetados

segunda-feira 5 de abril| Edição do dia

Foto: /Rogério Marques/Arquivo OVALE

Nesta segunda-feira (05) a LG anunciou que vai encerrar a produção de celulares. No Brasil, a decisão deve impactar diretamente a fábrica sul-coreana localizada em Taubaté, no interior de São Paulo, a única da companhia voltada para produção de smartphones no país. A unidade, que também produz monitores, tem cerca de 1 mil funcionários. Sendo que, desse total, 400 estão no setor de produção de celulares.

A LG se torna a primeira grande empresa que produz celulares a se retirar deste mercado,

A sul-coreana afirma que a decisão vem de sucessivos prejuízos na área. Afirma ainda que a companhia tentou vender todo o setor, mas não houve sucesso e optou pelo encerramento das atividades.

"Desde o segundo semestre de 2015, o nosso negócio global de celulares tem sofrido uma perda operacional por 23 trimestres consecutivos, resultando em um acumulado de aproximadamente 4,1 bilhões de dólares (US) [em perdas] até o final de 2020", informa em nota.

Em resposta ao anúncio, os trabalhadores da divisão de celulares aprovaram estado de greve em 26 de março. Na ocasião, o Sindicato dos Metalúrgicos buscava negociação com a empresa diante das incertezas.

"Vamos passar a próxima semana inteira negociando com a LG. A empresa atendeu o sindicato e começamos a conversar. Agora vamos discutir com a fábrica possibilidades e alternativas para a questão", disse Claudio Batista, presidente do sindicato, na época.

Caso o encerramento seja confirmado, a entidade sindical estima que 400 dos 1 mil empregos na planta do interior paulista podem ser afetados.

O fechamento do setor da fábrica é anunciado em sequência ao encerramento das atividades no Brasil da montadora Ford, que também tem uma planta no mesmo município.




Comentários

Comentar