Mundo Operário

#SINTUSPFICA

Trabalhadores e apoiadores iniciam acampamento em defesa do SINTUSP

Na segunda-feira, 23/01, os trabalhadores da USP, junto a estudantes, apoiadores e movimentos sociais, iniciaram um acampamento dentro e ao redor do Sindicato para aguardar a reunião que ocorrerá no dia 26/01, quinta-feira, às 13:00, com o Ministério Público.

terça-feira 24 de janeiro de 2017| Edição do dia

Na segunda-feira, 23/01, os trabalhadores da USP, junto a estudantes, apoiadores e movimentos sociais, iniciaram um acampamento dentro e ao redor do Sindicato para aguardar a reunião que ocorrerá no dia 26/01, quinta-feira, às 13:00, com o Ministério Público.

Essa reunião tem como objetivo discutir as práticas anti-sindicais que a Reitoria da USP tem adotado contra o Sindicato e a categoria, na qual a tentativa de desalojar o SINTUSP da sede que ocupa há mais de 50 anos no câmpus, sem qualquer contrapartida, é a medida mais escancarada dessas práticas anti-sindicais.

Semana passada, dia 19/01, mais de 400 representantes de sindicatos, entidades estudantis, movimentos sociais, parlamentares e apoiadores se juntaram aos trabalhadores da USP paradefender a permanência do SINTUSP dentro do Câmpus e o direito à organização sindical.

Os trabalhadores da USP acampados junto ao seu sindicato fazem um chamado a que todosaqueles que defendem as liberdades democráticas conquistadas a duras penas no país, como o direito de organização sindical, participem do acampamento e da vigília que se iniciará no dia 26/01, a partir do meio-dia, para acompanhar o desfecho da reunião entre o SINTUSP, a Reitoria e o Ministério Público.




Tópicos relacionados

#SintuspFICA   /    SINTUSP   /    São Paulo (capital)   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar