×

Greve da saúde de Natal | Trabalhadores da saúde de Natal fazem forte ato de greve na ZN contra os ataques de Álvaro Dias

A greve dos trabalhadores da saúde de Natal teve início no último dia 11, e luta pelo reajuste dos salários da categoria, defasado a mais de 8 anos, além da garantia de direitos básicos, como insalubridade, gratificação e Plano de Cargos e Carreira (PCCR), e que se enfrenta com a política de desmonte do Hospital Municipal de Natal por parte do prefeito Álvaro Dias (PSDB).

segunda-feira 18 de abril | Edição do dia

Na manhã dessa segunda-feira, 18, a semana começou com dezenas de trabalhadores da saúde, de diversos bairros de Natal, realizando uma forte ação de greve em frente à Maternidade Leide Morais, no bairro Potengi, Zona Norte da capital. Assim como diversas UBSs, UPAs, a Maternidade enfrenta uma série de problemas na sua estrutura, falta de trabalhadores e médicos para atender a população, em particular as pessoas gestantes de Natal, e que ainda vivem com salários arrochados por muitos anos.

Por isso é necessário cercar de solidariedade essa greve, que é também um exemplo de como enfrentar com os planos do governo Bolsonaro-Mourão, e apoiados pelo Congresso, Judiciário e militares, de descarregar a crise nas costas dos trabalhadores e nos serviços públicos, que Álvaro Dias leva adiante em Natal. Uma greve que, junto aos professores de Natal, podem colocar o prefeito reacionário e seus ataques contra a parede, e fazer com que sejam os empresários a pagarem pela crise.

Greve de Professores de Natal: Abaixo o corte de ponto e multa da justiça contra o direito de greve dos professores de Natal (RN)!

Também os estudantes da UFRN, que se organizam para realizar um ato nessa quarta-feira, 20, pela volta das linhas cortadas da pandemia, precisam estar ao lado desses trabalhadores para travar uma só luta contra Álvaro Dias, a Seturn e em defesa da educação, saúde e transporte da cidade.

Nós do Esquerda Diário estivemos nesse ato hoje, conversando com os trabalhadores e levando solidariedade junto à juventude Faísca Revolucionária, parte da gestão do Centro Acadêmico de Ciências Sociais da UFRN. Colocamos nosso site a serviço de dar voz e de ser uma ferramenta de luta, em defesa da unidade dos trabalhadores e da juventude, para enfrentar a crise do país.




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias