Mundo Operário

NENHUMA FAMÍLIA NA RUA!

Trabalhadoras das fornecedoras da LG marcham por direitos e empregos

Em Taubaté, trabalhadoras das 3 fabricas fornecedoras da LG (Bluetech, Suntech e 3C), fazem manifestação em frente à LG para exigir garantia dos seus direitos e empregos.

quinta-feira 22 de abril| Edição do dia

O recentemente anunciado fechamento do setor de produção de celulares na LG afeta diretamente trabalhadoras não só da fábrica da LG mas também dessas três outras fábricas. As trabalhadoras agora veem seus empregos ameaçados em um dos piores pontos da pandemia. A LG e os donos das fábricas fornecedoras terceirizadas ameaçam as trabalhadoras terceirizadas e, junto com a justiça, querem que aceitem as demissões e uma indenização irrisória (ainda menor que o ínfimo valor está sendo prometido aos efetivos). É por isso que as trabalhadoras terceirizadas seguem em greve e mantêm dia e noite os piquetes em frente às fábricas.

Veja mais: “Vamos trazer a vida ao piquete”: um pouco sobre a luta das terceirizadas da LG

Conforme apontamos aqui, o destino da luta das trabalhadoras da Suntech, Bluetech e 3C pela manutenção dos seus empregos está unido ao destino dos trabalhadores da LG contra o fechamento da fábrica. Por isso, a unidade e o apoio popular são fatores decisivos para vencer.

Leia também: Carta das trabalhadoras terceirizadas para as trabalhadoras diretas da LG

É preciso fortalecer essa luta com o apoio de todos os movimentos e organizações de esquerda e exigir que a CUT, que dirige o sindicato das trabalhadoras efetivas, mas não o das tercerizadas, unifique a luta para garantir todas as exigências das trabalhadoras e barrar as demissões.




Tópicos relacionados

LG   /    mulher trabalhadora   /    Mulheres   /    Terceirização   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar