×

Denúncia | Trabalhador da CSN é demitido por justa causa enquanto estava de férias

Assim que retornou ao trabalho avisado por um amigo a empresa avisou que havia cancelado suas férias o demitido por justa causa alegando abandono de emprego.

sexta-feira 29 de abril | Edição do dia

Enquanto estava visitando seus parentes, o trabalhador da unidade de Volta Redonda recebeu a notícia por via de um amigo que seu nome seguia escalado, mesmo após ter sido liberado para as férias. Ele relata que toda a documentação referente a suas férias foi emitida como é de costume, tanto o aviso de férias quanto o extrato.

Ele retornou a empresa e chegando lá foi destratado pela própria chefia que emitiu os documentos. Uma situação humilhante, alegaram que ocorreu o cancelamento de suas férias e os dias que ele não estava presente foram considerados como falta injustificada mesmo com ele tendo assinado a venda de 10 dias e tendo horas positivas no banco. Além de tudo isso a empresa fez a somatória desses dias e o demitiu por justa causa alegando abandono de emprego.

Essa é uma situação absurda e ilegal que mostra como os gestores da CSN só reproduzem a postura intransigente e irresponsavel que a patronal mostra ter encarnada. Conforme a CLT - mesmo em sua versão duramente afetada pela reforma trabalhista de bolsonaro que atacou vários dos direitos dos trabalhadores - determina que o empregador é obrigado a fazer um aviso de férias com 30 dias de antecedência, além disso determina que só é possível cancelamento ou alteração de data antes da liberação, ou seja não é possível fazer cancelamento de férias durante o período em que o trabalhador já estiver liberado.

O caso desse trabalhador é diretamente ilegal e esta inserido no cenario em que os trabalhadores como um todo da CSN vem enfrentando em sua dura e brava mobilização que ja dura quatro semanas, um de seus primeiros pontos de pauta é pela readimissão dos companheioros que vem sendo diariamente demitidos, inclusive os da comissão de base. É importante fortalecer a luta dos trabalhadores da CSN para que absurdos como esse sejam revertidos imediatamente e todas as demandas da categoria sejam atendidas.

Veja também:
Revoltados com a intransigência, trabalhadores da CSN rejeitam em massa nova proposta da empresa
“Tem uma hora que tem que falar basta!”: a luta dos homens e mulheres do aço da CSN inspira




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias