×

Porto Alegre | Todos ao ato amanhã às 8hs na Carris, contra a privatização e em defesa dos cobradores

Os rodoviários em greve desde sexta-feira convocam a população ao ato em frente à Carris, às 8 horas de amanhã, segunda-feira (6), que marchará até a Câmara de vereadores. O prefeito Sebastião Melo (MDB) e a Câmara de Porto Alegre aprovaram a extinção do cargo dos cobradores e miram na privatização da Carris. Toda solidariedade aos rodoviários em defesa do transporte público!

domingo 5 de setembro | Edição do dia

Nessa segunda-feira (6), o prefeito Sebastião Melo (MDB) pode votar o projeto de privatização da Carris, para entregar a empresa aos empresários do transporte. Na última quarta-feira, a Câmara aprovou o projeto de extinção do cargo de cobrador, fechando mais de 3 mil postos de trabalho em plena crise de desemprego no país.

A resposta dos rodoviários vem sendo um grande exemplo de luta para toda a classe trabalhadora: estão em greve por tempo indeterminado desde a sexta-feira (3), em defesa de seus empregos e da companhia pública que segurou o serviço durante a pandemia. Agora, convocam a população para marchar amanhã da Carris (concentração às 8 horas da manhã) até a Câmara de Vereadores e prestar solidariedade em defesa dos trabalhadores e do transporte público.

Solidariedade de classe | Trabalhadores e estudantes de todo o país manifestam apoio à greve da Carris

Nós dos Esquerda Diário e do MRT estamos ao lado dos rodoviários contra Melo e seus ataques. Fazemos esse chamado ao ato, pois a unidade entre rodoviários - das privadas e da Carris - junto dos usuários do transporte, é o caminho para derrotarmos os ataques.

Greve da Carris | Contribua com o Fundo de Greve dos Trabalhadores da Carris

Os usuários do transporte público de Porto Alegre já sofrem com ônibus lotados e precários, tempo de espera nas paradas, cortes de linhas na pandemia e o encarecimento das passagens. Por isso, a defesa da Carris e dos postos de trabalho dos cobradores deve se tornar uma grande causa popular na cidade. A aprovação da privatização irá abrir espaço para a direita e os empresários avançarem com o restante do plano de ataques para lucrarem em cima dos trabalhadores e dos usuários do transporte público, com medidas como o fim das isenções de passagens para estudantes, idosos e portadores de doenças.

Também fazemos um chamado a fortalecer a campanha pelo fundo de greve dos rodoviários, que estão tendo seu direito de greve duramente atacado por Melo, pela chefia e pelo judiciário, tendo o ponto cortado há mais de 3 dias. É preciso se enfrentar com o projeto dos capitalistas e lutar pela estatização de todo o transporte público de Porto Alegre, para que seja 100% Carris, sob comando de trabalhadores e usuários, contratando todos os rodoviários das privadas demitidos e pela não extinção dos cobradores.

Propostas para vencer | 4 propostas para derrotar Melo na luta contra a privatização da Carris

As privatizações e os ataques que estão sendo aplicados fazem parte do mesmo projeto de Bolsonaro, STF, Congresso, governadores e prefeitos, que é o de descarregar todos os efeitos da crise nas costas dos trabalhadores, e assim garantir que os capitalistas sigam lucrando enquanto milhões passam fome. Por isso, nós do Esquerda Diário e do MRT levantamos que, em Porto Alegre, o dia 7 de setembro tem que ser transformado em um grande dia de luta e apoio à mobilização dos rodoviários de Porto Alegre, ligando a luta nacional contra Bolsonaro e o regime golpista com a greve em curso.

Privatização da Carris | O 7 de setembro em Porto Alegre precisa ser um grito em apoio à greve dos rodoviários e contra Bolsonaro




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias