Mundo Operário

TERCEIRIZAÇÃO

Terceirizadas da Multiclean em Porto Alegre fazem ato contra atraso de salário e direitos

Novamente a empresa terceirizada Multiclean não paga salário em dia e não cumpre com os direitos das trabalhadoras terceirizadas. Elas realizaram um ato hoje em Porto Alegre exigindo seus direitos.

terça-feira 8 de dezembro de 2020| Edição do dia

Foto: Reprodução Facebook

A empresa Multiclean em Porto Alegre, que presta serviço terceirizado às escolas municipais, escancara a miséria que a terceirização oferece aos trabalhadores. Já é recorrente que a empresa deixe de pagar inúmeros direitos às trabalhadoras todos os anos.

Na manhã desta terça (08), as incansáveis trabalhadoras foram em marcha até a prefeitura exigindo seus direitos, já que a empresa deixou de pagar neste final de ano o proporcional de férias e o décimo terceiro. Esse é o legado das privatizações que Marchezan (PSDB) defende e que Melo (MDB) levará a frente em seu mandato.

Veja também: Marchezan quer aprovar reforma da previdência do município e pavimentar caminho para Melo

A situação das trabalhadoras é desesperadora, já que ainda ontem (07) ocorreu uma reunião entre a Multiclean, a SMED (Secretaria Municipal de Educação de Porto Alegre) e o sindicato dos trabalhadores terceirizados, tendo como resolução o pagamento das trabalhadoras pela via judicial. Contudo, não se sabe quando esse pagamento virá e se virá, já que o contrato das trabalhadoras termina no dia 15 de dezembro, correndo risco da empresa não pagar antes desta data.




Tópicos relacionados

Atraso de salários   /    precarização   /    Marchezan   /    Direitos Trabalhistas   /    Porto Alegre   /    Terceirização   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar