Mundo Operário

FECHAMENTO DA FORD

Solidariedade dos trabalhadores da LATAM aos demitidos pela Ford

Reproduzimos abaixo o conteúdo de uma carta de solidariedade escrita por trabalhadores da Latam aos trabalhadores da Ford - que anunciou seu fechamento e consequemente milhares de demissões no Brasil em meio a crise que hoje enfrentamos, leia na íntegra:

quinta-feira 14 de janeiro| Edição do dia

Reproduzimos abaixo o conteúdo de uma carta anônima de solidariedade escrita por trabalhadores da Latam aos trabalhadores da Ford - que anunciou seu fechamento e consequemente milhares de demissões no Brasil em meio a crise que hoje enfrentamos, leia na íntegra:

"Somos trabalhadores da Latam, e em 2020 também vimos milhares de trabalhadores sendo demitidos nos aeroportos, não apenas da empresa LATAM mas também de outras companhias aéreas, terceirizadas, setores da limpeza e outros. Essas grandes empresas como a Ford lucraram por anos e agora se aproveitam da pandemia para demitir, fechar e descarregar mais o peso da crise nas costas dos trabalhadores.

No aeroporto, houveram expressões de resistência e luta por nossos empregos e contra as demissões, que já deixaram aproximadamente 5 mil famílias na rua, entre aeronautas e aeroviários.

Vemos na luta dos trabalhadores da Ford, pela manutenção do emprego, algo muito importante, pois a unidade dos trabalhadores é fundamental para impor nossos direitos e combater todos os ataques das distintas patronais e dos governos. A nossa mobilização é a saída contra as recorrentes demissões em nome do lucro dos empresários.

O índice de desemprego só sobe, enquanto vemos nos jornais que falta até seringas para vacinar a população (sem contar o fato de que a discussão da vacina se tornou alvo de disputa política, que nada tem a ver com salvar vidas). Se as fabricas, locais de produção e transporte estivessem nas mãos dos trabalhadores, sob nossa própria organização, poderíamos reverter a produção e garantir esses insumos mínimos, até os respiradores e tudo que fosse necessário para salvar vidas, e não só impedir as demissões, mas diminuir as horas de trabalho para que todos possam ter acesso a um trabalho e remuneração digna.

A CUT e as grandes centrais devem romper com a paralisia e convocar uma grande campanha nacional, convocando assembleias em cada local onde haja ameaça de demissões, em solidariedade a luta dos trabalhadores da Ford e pela proibição das demissões em todo o país. Nenhuma confiança nas amarras burocráticas. "Nossa vida vale mais que o lucro deles".

Assinado pelas Trabalhadoras e trabalhadores da Latam."


Saiba mais sobre o fechamento da FORD:




Tópicos relacionados

LATAM   /    Ford   /    Abaixo as demissões na Latam!   /    Solidariedade(SD)   /    Demissões   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar