Sociedade

SÉRGIO MORO

Sérgio Moro vai ganhar R$1,7 milhão por ano para salvar empresas alvo da Lava Jato

No início desta semana, Sérgio Moro foi anunciado como diretor executivo da consultoria estadunidense Alvarez & Marsal, que trabalha na recuperação de empresas como a Odebrecht e outras investigadas pela operação Lava Jato. De acordo com matéria publicada no jornal O Globo, enquanto diretor executivo da A&M, Moro deverá ganhar, no mínimo, R$1,7 milhão por ano.

quarta-feira 2 de dezembro de 2020| Edição do dia

Imagem: Marcelo Camargo/ Agência Brasil

Pode te interessar: Moro será diretor na consultora que recupera empresas quebradas pela Lava Jato

Moro, que atuava na Lava Jato com o falso discurso de combate à corrupção, agora será diretor de uma consultoria que atua justamente para recuperar empresas que foram alvo da Lava Jato.

Pode te interessar: Cinismo: empresa da qual Moro será sócio deve receber R$ 26 mi de alvos da Lava Jato

Enquanto braço auxiliar do imperialismo no Brasil, Moro e a Lava Jato foram um pilar do golpe institucional, manipulando as eleições de 2018 com a prisão arbitrária de Lula, trazendo Bolsonaro à presidência. A Lava Jato também esteve à serviço de desmantelar as empresas estatais com vistas à privatização e para aprofundar ainda mais as reformas e ataques aos trabalhadores

Pode te interessar: 7 coisas que todo brasileiro deveria saber sobre Moro e a Lava Jato




Tópicos relacionados

Imperialismo   /    Operação Lava-Jato   /    Golpe institucional   /    Sérgio Moro   /    Investigando a Operação Lava-Jato   /    Operação Lava Jato   /    Sociedade   /    Corrupção

Comentários

Comentar