×

Bolsonarismo | Sergio Camargo é afastado da gestão de servidores da Fundação Palmares por assédio moral

O bolsonarista Sergio Camargo fez afastado das atividades de gestão de pessoas da fundação por meio de decisão da Justiça do Trabalho.

terça-feira 12 de outubro | Edição do dia

FOTO: Jacob/Agência O Globo/06-05-2020

Após pedido do Ministério Público do Trabalho, nesta segunda-feira (11/010) o o juiz Gustavo Carvalho Chehab, da 21ª Vara do Trabalho de Brasília, decidiu afastar Sergio Camargo da função. O presidente da Fundação Palmares fica proibido atos como nomeação, exoneração e transferência de servidores, além da contratação de empresas terceirizadas.

A ação do MPT alega que Sergio Camargo pratica perseguição político-ideológica contra servidores considerados "esquerdistas", monitorando inclusive suas redes. Para o juiz ficou comprovada a "existência de indícios de uso de redes sociais para ofender e, até, de constranger ou de denegrir possíveis testemunhas".

Vale lembrar que Sergio Camargo tem cumprido um papel que vai na contramão do movimento negro à frente da Fundação Palmares, provocando uma verdadeira destruição dos valores que guiam o combate ao racismo na instituição ao mesmo tempo que promove a agenda bolsonarista a partir do cargo que ocupa.




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias