Política

EMENDAS BILIONÁRIAS

Senador petista assume ter recebido verbas no "Bolsolão”

O senador petista Humberto Costa afirma que recebeu verbas, mas que isso não significou nenhuma troca de apoio ao governo Bolsonaro.

terça-feira 11 de maio| Edição do dia

Frente a acusação feita no Twitter pelo Ministro Rogério Marinho de que teria recebido verbas do orçamento secreto de Bolsonaro, Humberto declarou que “Houve da parte do presidente do Senado, Davi Alcolumbre, uma pergunta a nós da bancada do PT se nós tínhamos interesse de ter algum tipo de emenda além das parlamentares, aquelas impositivas. E nós dissemos que aceitávamos”, contou. “Agora não saiu nada, nenhum recurso. E não foi em troca de nada.”

- Leia mais sobre o "Bolsolão" aqui.

Ou seja, o senador aceitou conscientemente as verbas do governo. Apesar de argumentar que “não foi troca de nada”, seria muita ingenuidade do senador acreditar que o governo estaria simplesmente distribuindo emendas parlamentares não impositivas gratuitamente. Aliás não esquecemos que a eleição da presidência do Senado unificou o petismo e o bolsonarismo no nome do atual presidente Rodrigo Pacheco.

Além disso, o que o Senador diz que as verbas não foram liberadas, isso não condiz com os relatórios mostrados pelo ministro do desenvolvimento regional, que mostram como Humberto Costa teve indicação de compra de máquinas contemplada.

Isso só mostra que, longe de se propor a grandes enfrentamentos com o governo, como Humberto tenta fazer parecer na CPI da Covid, o PT, em sua política de conciliação de classes e de toma lá da cá, o é inclusive capaz de receber e negociar verbas do governo Bolsonaro.




Tópicos relacionados

Bolsonaro   /    PT   /    Senado   /    Corrupção   /    Política

Comentários

Comentar