×

Greve saúde RN | Sem vale-transporte terceirizados dos hospitais de RN votam greve nessa segunda-feira (13)

Trabalhadores da empresa Safe, que presta serviço nos hospitais do estado do RN, entraram em greve nessa segunda-feira reclamando de condições de trabalho e atrasos no pagamento de férias e vale-transporte.

terça-feira 14 de setembro | Edição do dia

Foto: https://www.facebook.com/sindsaudernoficial

O Sindsaúde/RN relata um jogo de empurra entre a empresa e o governo de Fátima Bezerra (PT). A empresa alega que o governo não repassou os valores para pagar os funcionários e a Secretaria de Estado de Saúde Pública/RN rebate. Enquanto isso os trabalhadores e trabalhadoras essenciais da saúde do Rio Grande do Norte estavam se virando para se deslocar até o trabalho devido aos salários atrasados e ao não pagamento do VT.

“Tem trabalhador que está se virando para ir trabalhar. Pedem emprestado, vem a pé, de bicicleta. Tem que se virar, porque se não vir trabalhar, leva falta”, afirmou um trabalhador que preferiu não se identificar. Por isso nessa segunda-feira (13) reunidos em assembleia os trabalhadores decidiram entrar em greve.

É uma demonstração do que significa a terceirização: retirada de direitos, precarização e descaso com a vida desses trabalhadores, essenciais para o atendimento à população. O avanço dessa forma de trabalho não é exclusividade de Bolsonaro e da direita neoliberal, mas uma marca dos governos do PT. Nos 13 anos de governo federal, a terceirização triplicou no país, e agora no governo Fátima mostra a sua cara cruel. Enquanto o governo e a empresa jogam responsabilidade uma para a outra, quem paga são os terceirizados.

O Esquerda Diário que já vem acompanhando a greve do Detran/RN, que dentre as reivindicações inclui um concurso para a contratação de efetivos, no marco de uma ampliação da terceirização, inclusive de atividades fim, durante o governo Fátima. Somos pela efetivação imediata e sem concurso público dos terceirizados, para que tenham os mesmos direitos e salário de qualquer trabalhador da saúde e funcionário do DETRAN. Nos colocamos à disposição de mais essa luta para quebrar o cerco da mídia burguesa e colocar a luta de classes na sua mão.




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias