Política

ELEIÇÕES 2020 | RUSSOMANNO

Russomanno puxa-saco de Bolsonaro: "Ele pegou na minha mão e disse: cuida de São Paulo"

Russomanno apostou em usar o deprimente título de "unico amigo de Bolsonaro" durante o debate da Band. Puxando o saco do presidente, tendo usar de sua base de apoio para se marcar como o candidato da extrema-direita.

sexta-feira 2 de outubro| Edição do dia

Foto: Reprodução TV

Em um debate marcado pelo peso da direita e da extrema-direita, com Joice Hasselman e Mamãe Falei (Artur do Val) se destacando pela direita, Celso Russomanno (Republicanos) como era esperado, apostou em se marcar como o “único candidato amigo de Bolsonaro”.

Conhecido reacionário, assediador de mulheres, e também por humilhar trabalhadores numa suposta “defesa do consumidor”, Russomanno pode ter deixado uma impressão fraca no debate, mas imprimiu sua marca de extrema-direita.

Um candidato que já pulou por todos os espectros da política e agora abraça Bolsonaro, que segundo ele “pegou em minha mão e disse: cuida de São Paulo”.

Russomanno quer governar São Paulo assim como Bolsonaro governa o Brasil, para os empresários e super ricos, em nome do lucro dos patrões, e atacando os trabalhadores, a juventude, os negros, mulheres e LGBTs.

Além de discursar como o “apadrinhado” de Bolsonaro, Russomanno falou muito de sua proposta de renegociar a dívida de São Paulo, uma proposta baseada em garantir diversos ataques aos trabalhadores, cortando seus direitos fazendo crescer o trabalho precário.

De fato, Russomanno serve bem como puxa-saco de trabalhadores. Com anos tratando mulheres como objetos e humilhando trabalhadores em rede nacional, representa o reacionarismo mais atroz.




Tópicos relacionados

Eleições municipais 2020   /    Governo Bolsonaro   /    Extrema-direita   /    Racismo   /    Jair Bolsonaro   /    Russomanno   /    Machismo   /    Política

Comentários

Comentar