×

FUTEBOL | Rogério Caboclo é afastado da presidência da CBF por acusações de assédio sexual

Na tarde deste domingo, o Comitê de Ética da CBF afastou o presidente da entidade, Rogério Caboclo, por 30 dias, devido a recente denúncia de assédio sexual feita por uma funcionária da CBF. Quem assume é o Coronel Nunes.

domingo 6 de junho | Edição do dia

Foto: Divulgação/CBF

A decisão foi apoiada por 5 dos 8 vice-presidentes da CBF. Agora, assumirá o comando da entidade o vice-presidente mais velho, o Coronel Nunes.

Relembre a denúncia: Funcionária denuncia machismo de presidente da CBF que a abusava e a chamava de “cadela”

Isto acontece em meio a polêmica em torno da realização da Copa América no Brasil, que foi articulada por Caboclo e Bolsonaro junto a Conmebol, e gerou fortes críticas devido a situação da pandemia.

Além disso, jogadores da Seleção Brasileira estão se opondo a disputar a Copa América, como foi explicitado no discurso do capitão Casemiro após a partida contra o Equador, na última sexta-feira. Informações de bastidores veiculadas em diversos jornais dizem que o técnico Tite pode ser retirado do cargo por sua oposição ao torneio, e em seu lugar seja colocado algum mais alinhado a Bolsonaro, uma intervenção na Seleção que está sendo comparada a demissão de João Saldanha antes da Copa do Mundo de 1970, por pressão da ditadura militar.




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias