×

Greve em São Luís | Rodoviários de de São Luís(MA) recusam "proposta" de aumento de 2% e seguem em greve

Rodoviários de São Luís (MA), recusaram ontem (25) irrisória proposta da patronal de reajuste salarial de 2% nos salários e greve continua! A categoria quer um reajuste de 13%. Greve chega hoje ao seu sexto dia, tendo começado no dia 21, com uma série de outras reinvindicações legítimas. Todo apoio à greve!

terça-feira 26 de outubro | Edição do dia

Fonte da imagem: agenciatambor.net.br

Além do reajuste no salário, o sindicato reivindica uma jornada de trabalho de seis horas, tíquete de alimentação no valor de R$ 800, manutenção do plano de saúde e a inclusão de um dependente e a concessão do auxílio-creche, para trabalhadores com filhos pequenos.

Na manhã de ontem (segunda-feira, 25), rodoviários estiveram em frente ao Palácio da La Ravardière, sede da Prefeitura da capital maranhense, e também organizaram uma organizaram uma assembleia após o atual prefeito da capital, Eduardo Braide (Podemos), anunciar uma reunião para tentar por fim à greve dos rodoviários. Essa “proposta” de 2% foi feita após mais de seis horas de reunião, realizada ontem, na sede da Prefeitura. Segundo o Sindicato dos Rodoviários, o prefeito se comprometeu a apresentar, até a próxima quinta-feira (28), “uma medida para a solução do impasse”.

O presidente do Sindicato dos Rodoviários do Maranhão, Marcelo Brito, afirmou que “o sentimento é de frustração. Os empresários seguem com a intransigência deles, em não oferecer uma proposta digna aos trabalhadores”.

Marcelo lembra ainda que os trabalhadores “atuam na precariedade, arriscando a própria vida, que quando não são ameaçados por criminosos, se expõem a Covid-19. Realizamos atividade essencial e, sem dúvida, merecemos mais respeito por parte dos patrões”.

Os rodoviários do transporte coletivo seguem para o sexto dia de greve na Grande São Luís, após terminar sem acordo as duas audiências de conciliação, realizadas no último sábado (23).

A paralisação dos rodoviários teve início na madrugada da última quinta-feira (21), com 100% da frota de ônibus sem circular na Grande São Luís. A categoria afirma que os donos das empresas não cumprem com uma Convenção Coletiva de Trabalho, que prevê uma série de direitos aos motoristas, por parte das empresas de transporte.

Relembre início da greve: Rodoviários de São Luís(MA) entram em greve nesta quinta-feira(21)

Em meio a uma forte crise econômica, com alta no desemprego e preço dos alimentos e combustíveis, lutas em curso como essa são fundamentais. Expressam o potencial de luta que a classe trabalhadora reserva para enfrentar todos os ataques da patronal e dos governos Bolsonaro, estaduais e Congresso Nacional.




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias