×

ED Rodoviários | Rodoviários da Carris denunciam demissão política de psiquiatra que atendia categoria

Segundo denúncia de trabalhadores rodoviários, a empresa Salute demitiu o Dr. Rodrigo por pressão da Carris ao CCG. A categoria de rodoviários adoece muito, mental e fisicamente, o Dr. Rodrigo era responsável pelo tratamento psiquiátrico destes trabalhadores.

terça-feira 31 de agosto | Edição do dia

A Salute é uma empresa de saúde conveniada com o Centro Clínico Gaúcho (CCG), com a qual a companhia Carris Porto-Alegrense tem convênio médico. Rodoviários denunciaram a demissão do Dr. Rodrigo como um ataque à categoria, já que este era responsável pelo tratamento dos rodoviários que adoecem mentalmente. Segundo os trabalhadores, esta demissão é política e induzida pela direção da companhia Carris, tendo por objetivo fazer os rodoviários trabalharem mesmo doentes, restringindo os afastamentos por adoecimento psicológico.

Já há um tempo o prefeito Sebastião Melo vem caluniando os rodoviários da empresa pública já que supostamente haveria um excesso de afastamentos por atestado médico. Usa essa retórica para fortalecer suas intenções de privatizar a companhia e submeter os trabalhadores a uma rotina de trabalho mais extenuante, na qual tenham que trabalhar mesmo doentes.

O Esquerda Diário repudia esta demissão política e presta sua solidariedade ao Dr. rodrigo e à categoria dos rodoviários, a qual vem travando uma importante luta contra a privatização da Carris, empresa fundamental no funcionamento do transporte em Porto Alegre e que não pode servir com apenas mais uma forma de lucro para os empresários.




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias