Mundo Operário

PORTO ALEGRE

Rodoviários começam nesta quarta o acampamento em defesa do Digão e contra o plebiscito

Todos ao acampamento em frente ao sindicato nesta quarta a partir das 8h da manhã. Para fortalecer a campanha de readmissão do Digão, e pela revogação do plebiscito onde aprova ataques da patronal contra os trabalhadores.

terça-feira 8 de setembro| Edição do dia

Começa nesta quarta-feira o acampamento em defesa dos direitos e salários dos rodoviários, pelo cancelamento fraudulento e pela imediata readmissão de Digão, delegado sindical da empresa Tinga e demitido político por armação da patronal.

Os trabalhadores estarão coletando assinaturas de sócios e não sócios, para ser convocada uma assembléia onde os trabalhadores possam votar a proposta de cancelamento definitivo do plebiscito que destrói os direitos da categoria. Um verdadeiro ataque que a patronal está orquestrando para reduzir salário dos rodoviários sem diminuição da carga horária. Ataques que chegam a ser pior do que os previstos pelas MPs de Bolsonaro.

Além disso, haverá panfletagem e diálogo com toda a categoria sobre quais medidas tomar para fortalecer a campanha pela readmissão do Digão, em defesa do direito de organização dos trabalhadores, exigindo que o sindicato seja parte dessa campanha.

É preciso um movimento unificado entre todos os rodoviários tanto das privadas, como da Carris, para dar um basta na situação de miséria que os patrões e Marchezan querem enfiar na categoria. Vamos em frente por uma unidade da categoria, por nenhuma demissão a mais. Reivindicando todo o apoio que rodoviários, passageiros, estudantes e trabalhadores de outras categorias expressaram até aqui.

Todos ao acampamento em frente ao sindicato (AV. Venâncio Aires, 278, Cidade Baixa) às 08 horas.

Readmissão do Digão Já!
Pela revogação do plebiscito que corta o salário dos rodoviários de Porto Alegre!
Mande sua foto e faça parte dessa campanha!




Tópicos relacionados

Marchezan   /    rodoviários poa   /    Porto Alegre   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar