Sociedade

QUEIMADAS

Ricardo Salles volta a afirmar no Twitter que a Amazônia não está queimando

Após o vergonhoso vídeo que o Ministro do Meio Ambiente publicou para negar as queimadas, Ricardo Salles volta a falar no twitter que a Amazônia não está queimando. A fumaça das queimadas desta região e do Pantanal já ocupam 3 mil quilômetros do território nacional.

sexta-feira 11 de setembro| Edição do dia

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, voltou a afirmar que a Amazônia não está "queimando". Em uma publicação na sua conta oficial do Twitter, Salles disse lamentar o vídeo produzido por pecuaristas do Pará divulgado por ele, que nega as queimadas na região amazônica e mostra mico-leão-dourado – animal encontrado apenas na Mata Atlântica. "Lamento o vídeo contendo o mico-leão na Amazônia, embora realmente ela não esteja queimando como dizem", escreveu Salles no fim da noite de quinta-feira.

O absurdo vídeo publicado por Ricardo Salles também foi compartilhado por Hamilton Mourão, que comanda o Conselho Nacional da Amazônia legal, e foi produzido pela Associação de Criadores do Pará (AcriPará), um bando de pecuaristas que têm diversos interesses nas queimadas da Amazônia e Pantanal.

Segundo o Inpe, a fumaça das queimadas na Amazônia e no Pantanal já ocupam mais de 3 mil quilômetros do território nacional. Além disso, os focos de calor na Amazônia registrados em apenas 10 dias de setembro já passam da metade do número registrado em 2019.

Embora negue os incêndios na Amazônia, Salles solicitou ao ministro da Economia, Paulo Guedes, a liberação de R$ 134 milhões para continuar o combate às queimadas na região amazônica e no Pantanal.

Informações da Agência Estado.




Tópicos relacionados

Amazônia   /    Ricardo Salles   /    Ministério do Meio Ambiente   /    Hamilton Mourão   /    Incêndio   /    Sociedade   /    Meio Ambiente

Comentários

Comentar