×

CPI da Covid | Repugnante: Hang admite na CPI que administrou para sua própria mãe drogas do "Kit Covid"

Hang também confirmou que a sua mãe teve Covid-19, mas essa informação foi ocultada do atestado de óbito de Regina Hang. O empresário bolsonarista usou a morte da própria mãe para promover tratamento ineficaz e depois ocultou a verdadeira causa da morte para proteger negacionismo de Bolsonaro.

quarta-feira 29 de setembro | Edição do dia

Imagem: Fátima Meira/Futura Press/Estadão Conteúdo

Dossiê com severas denúncias contra Prevent Senior, há um relato de fraude da declaração de óbito da mãe do empresário. Segundo os ex-funcionários da rede, o documento que atesta a morte "omitiu o real motivo do falecimento", que seria por covid-19. Hang disse que ela não realizou tratamento precoce. Mas, segundo o dossiê "o prontuário médico da sra. Regina Hang prova que ela utilizou o kit antes de ser internada e que repetiu o tratamento durante a internação, assim como registram que seu filho, sr Luciano Hang, tinha ciência dos fatos".

No documento, a causa morte é descrita como "disfunção de múltiplos órgãos, choque distributivo refratário, insuficiência renal crônica agudizada, pneumonia bacteriana, síndrome metabólica, acidente vascular isquêmico prévio", não havendo nenhuma menção a covid.

Pode te interessar: Mãe de Luciano Hang teve declaração de óbito fraudada na Prevent Senior. Ela morreu de Covid

Em video no Instagram, o empresário disse que "até ser diagnosticada com covid-19, eu nunca dei nenhum medicamento para prevenção a minha mãe".

Veja mais da cobertura do Esqueda Diário sobre o depoimento nauseante do ’Véio da Havan’ na CPI da Covid:

Um verdadeiro circo de horrores, depoimento de Luciano Hang acontece agora na CPI da Covid

"Nunca pedi empréstimo para o BNDES", mente Hang na CPI, tendo feito 57 empréstimos no BNDES

Hang mente em CPI ao negar que nunca intimidou funcionários a votarem em Bolsonaro




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias